Juros altos diminuem a busca por crédito em 2022

Redução aconteceu em todas as faixas de renda

A busca dos brasileiros por crédito caiu 3% em 2022 em comparação a 2021.

No ano passado, a procura por dinheiro disparou 19,4% em relação ao ano anterior, de acordo com dados da Serasa Experian.

Mais pobres pediram menos dinheiro emprestado

A diminuição aconteceu em todas as faixas de renda, mas a mais acentuada, de 3,8%, foi entre os consumidores com renda mensal entre R$ 500 e R$ 1 mil.

Por que as pessoas pararam de pedir empréstimo?

O recuo na procura por empréstimos aponta que as pessoas estão cautelosas devido às altas taxas de juros, conforme Luiz Rabi, economista do birô de crédito.

“Até em épocas em que os gastos são elevados, como nas festas de fim do ano, os brasileiros consomem apenas o que necessitam, porque sabem que janeiro é um período em que muitos impostos devem ser pagos e não desejam começar o ano com o orçamento comprometido”, afirma.