Japão: Inflação sobe 4% ao ano em dezembro; maior nível desde 1981

Dados provavelmente aumentarão as expectativas do mercado para outra mudança de política do banco central japonês

Os preços ao consumidor do Japão, excluindo alimentos frescos, subiram 4% em relação ao mesmo mês do ano anterior em dezembro, atingindo a maior alta de 41 anos, mostraram dados do governo nesta sexta-feira.

O índice veio maior do que o aumento de 3,7% em novembro e marcou o nível mais alto desde dezembro de 1981. Foi o nono mês consecutivo em que a inflação ultrapassou a meta de 2% do Banco do Japão (BoJ, banco central).

O resultado provavelmente aumentará as expectativas do mercado para outra mudança de política do banco central japonês. No início desta semana, o banco decidiu manter o teto do rendimento dos títulos do governo japonês de 10 anos em 0,5%, depois de surpreender o mercado em dezembro ao elevar o teto de 0,25% para esse nível.

Em um sinal de crescimento no núcleo da inflação, os preços ao consumidor excluindo alimentos frescos e preços de energia subiram 3,0% em relação ao ano anterior em dezembro, em comparação com o aumento de 2,8% em novembro.