Haddad e Tebet: Orçamento mantém a meta de zerar o déficit nas contas públicas em 2024

Trata-se do primeiro Orçamento feito pela gestão Lula e também o primeiro seguindo as regras do novo arcabouço fiscal

Os ministros da Fazenda, Fernando Haddad, e do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, falaram na tarde desta quinta-feira (31), sobre a proposta de Orçamento de 2024.

O Orçamento ainda não chegou ao Congresso, disse Tebet. Está em fase de vista pela Casa Civil e deve ser enviado ao Congresso ainda hoje, disse a ministra.

O projeto mantém a meta do ministro da Fazenda de zerar o déficit nas contas públicas no próximo ano. Tebet afirmou que o orçamento é muito equilibrado, com despesas contratadas e receitas muito delineadas. “Vamos alcançar a meta zero”.

Trata-se do primeiro Orçamento feito pela gestão Lula e também o primeiro seguindo as regras do novo arcabouço fiscal, que substituiu o teto de gastos.

Segundo a proposta apresentada pelo governo, as despesas poderão crescer acima da inflação.