EUA: PCE desacelera em fevereiro, com alta de 0,3% ante janeiro e de 5% na comparação anual

O índice de preços de gastos com consumo é um dos indicadores mais importantes para o Fed calibrar os juros

O índice de preços de gastos com consumo (PCE, na sigla em inglês) dos EUA, medida inflacionária preferida do Federal Reserve (Fed), avançou 0,3% em fevereiro ante janeiro e 5,0% em base anual, desacelerando ante os ganhos de 0,6% e 5,3%, respectivamente, de janeiro.

Já o núcleo do PCE registrou alta de 0,3% em fevereiro na comparação com janeiro, e teve avanço de 4,6% no período de 12 meses até o fim do mês passado.

Expectativa

Ambas as leituras vieram 0,1 ponto percentual abaixo do que esperavam analistas consultados pelo “The Wall Street Journal”. Para o dado mensal, a expectativa era por alta de 0,3%, enquanto para a taxa anual esperava-se ganho de 4,7%.

Núcleo

O núcleo do dado também desacelerou em relação a janeiro, quando as altas registradas foram de 0,5% em relação a dezembro e de 4,7% na comparação com o mesmo mês de 2022.

Renda em alta

Já a renda pessoal dos consumidores americanos subiu 0,3% em fevereiro ante janeiro, ou US$ 72,9 bilhões em números absolutos. Nesse caso, era esperado avanço de 0,2%.

Leia a seguir

Leia a seguir