Dólar fecha em alta com investidor atento às discussões fiscais

Nesta segunda-feira, a moeda norte-americana subiu 0,28%, vendida a R$ 5,3084

Depois de se aproximar de R$ 5,34 logo no início da sessão de hoje, o dólar comercial perdeu fôlego e manteve alta modesta ao longo do dia, enquanto os agentes financeiros permaneceram atentos à discussão fiscal no país.

Ontem, o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes deu aval para retirar o Bolsa Família do limite do teto de gastos, alterando o cenário de negociações da PEC da Transição. Na sessão de hoje, a corte também definiu, por maioria de votos, como inconstitucional as emendas de relator, também conhecidas como “orçamento secreto”.

O dólar comercial fechou a sessão em alta de 0,28%, a R$ 5,3084, depois de oscilar entre R$ 5,3390 na máxima do dia e R$ 5,2903 na mínima. Com isso, a moeda brasileira se descolou de seus pares emergentes, já que o dólar no fim da tarde operava em queda de 1,28% ante o rand sul-africano; recuava 0,11% ante o peso mexicano; e perdia 0,07% nate a rupia indiana.

Ante divisas de mercados desenvolvidos, o dólar seguiu perto da estabilidade às 17h05, com o índice DXY avançando 0,02%.