China pede que setor financeiro alivie dívidas do mercado imobiliário do país

"A política tem centrado na estabilização do mercado imobiliário e alcançado bons resultados", diz o comunicado do Banco Popular da China

O Banco Popular da China (PBoC, na sigla em inglês) junto a outras instituições financeiras do país avalia que é necessário concentrar-se no fortalecimento da oferta equilibrada de crédito e coordená-la, de modo a promover o crescimento da economia, com a estabilidade do crescimento do crédito. Segundo comunicado emitido pelo PBoC após reunião destes organismos, o encontro enfatizou que o setor financeiro cooperou ativamente com as autoridades da indústria e os governos locais para implementar políticas abrangentes tanto do lado da oferta como da procura do mercado imobiliário.

Além disso, o setor privado auxiliou na manutenção da estabilidade dos principais canais de financiamento, como crédito, obrigações, e capital próprio, e apoiou a melhoria das operações da indústria, além de otimizar e ajustar os empréstimos pessoais à habitação. “A política tem centrado na estabilização do mercado imobiliário e alcançado bons resultados”, diz o comunicado.

A reunião exigiu ainda que o setor financeiro implemente “conscientemente o espírito do governo central” na prevenção e resolução dos riscos das dívidas locais e, de acordo com os princípios da mercantilização e do Estado de direito, coopere com os governos locais para resolver de forma constante a dívida existente e controlar rigorosamente as novas adições.

“As instituições financeiras devem melhorar os seus mecanismos de trabalho, destacar pontos-chave, implementar políticas confidenciais, realizar consultas iguais com plataformas de financiamento e reduzir razoavelmente os custos da dívida e otimizar as estruturas de prazo através de prorrogações, empréstimos novos, reembolso de empréstimos antigos e substituições, de modo a garantir a implementação de apoio financeiro para a resolução do risco da dívida local”, afirma o comunicado.

Com informações do Estadão Conteúdo.