Churrasco mais barato: carnes acumulam queda de 4,56% no ano pelo IPCA-15

A alimentação no domicílio recuou 0,81% em junho, após ter ficado 1,02% mais cara em maio

Um novo recuo no preço das carnes ajudou a baratear a despesa das famílias com alimentação em junho. O grupo Alimentação e Bebidas passou de uma alta de 0,94% em maio para uma redução de 0,51% em junho, segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) divulgado nesta terça-feira, 27, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O grupo Alimentação e Bebidas deu uma contribuição de -0,11 ponto porcentual para a taxa geral de 0,04% do IPCA-15 deste mês.

A alimentação no domicílio recuou 0,81% em junho, após ter ficado 1,02% mais cara em maio.

Neste mês, as famílias pagaram menos pelo óleo de soja (-8,95%), frutas (-4,39%), leite longa vida (-1,44%) e carnes (-1,13%).

As carnes já acumulam um recuo de preços de 4,56% no ano. Por outro lado, houve altas no ovo de galinha (2,04%) e no pão francês (0,72%).

A alimentação fora do domicílio subiu 0,29% em junho. O lanche aumentou 0,34%, e a refeição fora de casa teve elevação de 0,28%.

Com informações do Estadão Conteúdo