Campos Neto destaca surpresa positiva do PIB e emprego resiliente

Sobre a inflação, o presidente do BC repetiu o índice vem desacelerando, mas ainda em patamar elevado

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, destacou a surpresa positiva do Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre em reunião fechada com conselheiros do Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi), em São Paulo.

“Atividade tem surpreendido positivamente: PIB cresceu 1,9% no primeiro trimestre. Mercado de trabalho mostra resiliência”, diz o documento da apresentação divulgado pelo BC.

Com forte contribuição da agropecuária, o PIB de janeiro a março superou a expectativa mediana do mercado financeiro, de alta de 1,2%, conforme pesquisa do Projeções Broadcast.

A surpresa gerou uma onda de revisões positivas para o resultado do ano, com a mediana subindo de 1,4% para 2,3%, segundo levantamento do serviço especializado do Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) após a divulgação do PIB na quinta-feira.

Atualmente, a projeção oficial do BC para o crescimento econômico este ano é de 1,2%, que poderá ser atualizada no Relatório Trimestral de Inflação no fim deste mês.

Recentemente, Campos Neto já tinha reconhecido o desempenho melhor do que o esperado da atividade, indicando que as expectativas deveriam continuar a subir.

Sobre a inflação, o presidente do BC repetiu na apresentação que vem desacelerando, mas ainda em patamar elevado.