Caixa quer voltar a operar ‘raspadinhas’; plano é arrecadar R$ 5 bilhões

O banco público operou a antiga Lotex até 2016, quando a modalidade foi extinta pelo governo de Michel Temer

A presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Rita Serrano, disse na quinta-feira (17) que o banco deve ter novidades nas loterias no segundo semestre deste ano.

Segundo ela, a instituição deve voltar a assumir as “raspadinhas”, como a loteria instantânea é conhecida.

“Estamos nos preparando para voltar a assumir a loteria instantânea”, disse a executiva ao comentar os resultados do banco no segundo trimestre.

A Caixa operou a antiga Lotex até 2016, quando a modalidade foi extinta pelo governo de Michel Temer (MDB).

A recriação da loteria é um projeto da equipe econômica do governo do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, que planeja arrecadar até R$ 5 bilhões com o produto, de acordo com informações divulgadas pela imprensa.

Serrano disse ainda que a Caixa quer competir em outras modalidades de loteria, mas não deu maiores detalhes.

Com informações do Estadão Conteúdo