Caged: Brasil abre 142 mil vagas formais em julho, acima das expectativas

Saldo da criação de empregos com carteira assinada chegou a 1,166 milhão em 2023

Após a criação de 156.615 vagas em junho (dado agora revisado), o mercado de trabalho formal registrou um saldo positivo de 142.702 carteiras assinadas em julho, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quarta-feira (30) pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

O resultado do mês passado decorreu de 1,883 milhão de admissões e de 1,740 milhão de demissões. Em julho de 2022, houve abertura de 225.016 vagas com carteira assinada, na série ajustada.

O mercado financeiro esperava um avanço no emprego no mês, e o resultado veio acima da mediana das estimativas de analistas consultados pelo Projeções Broadcast, que era de saldo positivo de 137.689 mil vagas.

As projeções indicavam a abertura líquida de 110.000 a 155.000 vagas em julho.

No acumulado dos sete primeiros meses de 2023, o saldo do Caged é positivo em 1,166 milhão de vagas. No mesmo período do ano passado, houve criação líquida de 1,613 milhão de postos formais.

De acordo com a mediana do Projeções Broadcast, o mercado projeta a abertura líquida de 1,353 milhão de vagas no total deste ano. As projeções variam de 950.000 a 1,710 milhão.

Com informações do Estadão Conteúdo