Grandes bancos americanos reservaram US$ 2 bi para cobrir potenciais perdas com empréstimos

Só o JPMorgan Chase reservou US$ 1,1 bilhão para potenciais perdas com empréstimos

Os grandes bancos americanos reservaram US$ 2 bilhões para potenciais perdas, de acordo com informações dos balanços divulgados nesta sexta-feira (14).

O JPMorgan Chase reservou US$ 1,1 bilhão para potenciais perdas com empréstimos enquanto o Wells Fargo reservou US$ 643 milhões e o Citigroup US$ 241 milhões.

As três instituições têm um dia positivo na bolsa depois do anúncio dos balanços do primeiro trimestre, com os principais bancos atravessando de maneira saudável a crise.

Fed vê recessão no horizonte

Em março, o Federal Reserve (Fed), banco central americano, estimou que a economia americana pode entrar em recessão este ano depois que vários bancos pequenso e médios enfrentam problemas de liquidez e dispararam o alarme de potencial espalhamento da crise, o que deve provocar uma forte retração nos empréstimos e desacelerar o crescimento.

Segundo dados do Fed, mais americanos atrasaram seus pagamentos de financiamentos de automóveis e dívidas de cartão de crédito no ano passado, pressionados pelo rápido aumento dos juros e dos preços de alimentos e energia.

Leia a seguir

Leia a seguir