Real se fortalecerá em 2023 e dólar deve cair a R$ 5, diz Deutsche Bank

O Deutsche acredita que o real e o peso chileno têm maior probabilidade de valorização para 2023

O Deutsche Bank projetou, em relatório divulgado nesta terça-feira (6), que o dólar deve cair a R$ 5 no fim do ano que vem. Por volta das 16h45 desta terça-feira (6), a moeda americana estava cotada a R$ 5,26.

“Depois de apostar em uma posição vendida no euro ante o real ao longo de 2022, agora, enxergamos mais valor em uma posição vendida em dólar ante o real ao longo de 2023”, apontou o banco alemão.

O documento apresentado pelo banco alemão traz perspectivas para o Brasil e outros países emergentes ao longo do ano que vem.

Real entre as mais valorizadas em 2023

O Deutsche acredita que o real e o peso chileno têm maior probabilidade de valorização, enquanto o peso colombiano deve permanecer exposto a uma liquidez mais apertada.

Para o Deutsche, a atual dificuldade para a negociação orçamentária no país deve levar a “melhores níveis de entrada” tanto para o câmbio quanto para as taxas dos juros.

Comportamento em 2022

Em janeiro de 2022, o dólar quase alcançou o patamar dos R$ 5,70, e caiu ao longo do ano, chegando à mínima de R$ 4,60 no ano, ainda que tenha registrado fôlego renovado em julho, quando chegou à casa dos R$ 5,40. Desde então, tem oscilado, sempre acima dos R$ 5.