Dólar: por que a moeda americana é a mais poderosa do mundo?

Ele é chamado de moeda mundial porque é usado em transações pelo mundo todo. Mas por quê?

Por que o dólar é a moeda mais poderosa do mundo? Por que ele é usado na maioria das transações internacionais? 

Vou começar explicando que ele é conhecido como uma moeda global, ou seja, uma moeda que pode ser usada em vários lugares do mundo. O dólar é a moeda padrão do comércio internacional.  

Tá, mas como a moeda estado-unidense virou uma moeda mundial? Isso tem a ver com uma guerra. No caso, a Segunda Guerra Mundial, que foi de 1939 a 1945. Antes de participar do conflito, os Estados Unidos já estavam vendendo armas e outras suprimentos para os aliados, ou seja, França, Reino Unido e outros países que lutavam contra os nazistas e fascistas.  

Sai o ouro, entra o dólar

Os países aliados pagavam em ouro, que era a “moeda mundial” antes do dólar. Mas eles tiveram que gastar tanto dinheiro que, basicamente, os Estados Unidos ficaram donos de quase toda a reserva de ouro do mundo.  

É aí que entra o famoso Acordo de Bretton-Woods, assinado em 1944. Nesse acordo internacional, o mundo substituiu o ouro pelo dólar como moeda global, já que o dólar, por sua vez, estava atrelado a todo aquele ouro que os americanos tinham.  

A partir de então, em vez de acumular reservas de ouro, os países passaram a ter reservas de dólares e aí assim até hoje.  

Qual é a moeda mais valiosa do mundo?

Apesar de tudo isso, o dólar não é considerado a moeda mais forte do mundo, sabia? Segundo a empresa CMC Markets, o dólar americano está em décimo lugar, acredita? O dinar do Kuwait é a número um; em segundo vem o dinar do Bahrein e, em terceiro, o Rial de Oman. 
 

Leia a seguir

Leia a seguir