Casino alerta para risco de calote após credores recusarem acordo

Endividada, a companhia também revelou planos de vender a participação no brasileiro Grupo Pão de Açúcar e no colombiano Éxito

A Casino Guichard-Perrachon alertou hoje para o risco de que entre em situação de default, em meio ao processo de conciliação com credores intermediado pela Justiça francesa. A ação da varejista caiu 3,34% na Bolsa de Paris na segunda-feira, 3, após a notícia.

Em comunicado, a empresa informou que os conciliadores – que conduzem as negociações da reestruturação da dívida – solicitaram aos credores que renunciassem o seu direito de reivindicar pagamentos antecipados com base em qualquer caso de inadimplência sob as cláusulas financeiras em “qualquer evento inadimplência ou inadimplência cruzada”.

Entretanto, apesar de detentores dos bônus emitidos pela Quatrim terem concordado com o pedido, titulares dos bônus com vencimento em 2026 e 2027 recusaram a solicitação. Para os demais grupos de credores, a empresa ainda aguarda resposta nos próximos dias.

A companhia destacou que, caso algum credor não concorde com as solicitações, “o Grupo tomará todas as medidas necessárias para garantir o mesmo tratamento aos credores relevantes e preservar sua liquidez durante o processo de conciliação”.

Na última semana, a Casino Guichard-Perrachon anunciou que precisará converter grande parte de sua dívida para capital como parte do chamado processo de conciliação. Endividada, a companhia também revelou planos de vender a participação no brasileiro Grupo Pão de Açúcar e no colombiano Éxito.

Com informações do Estadão Conteúdo