Siderúrgicas lideram ganhos; Magalu tem maior queda. Veja as melhores e as piores do pregão

Confira as piores e as melhores ações da Bolsa no último pregão da semana

CSN, CBA e Usiminas foram algumas das empresas que se destacaram na Bolsa na sexta-feira (11) por conta do dia positivo para as commodities. A campeã do pregão foi a CSN, que bateu mais de 16% de valorização no fechamento.

Durante a tarde, a as siderúrgicas já se destacavam na Bolsa de Valores, impulsionadas pelas commodities, valorizadas após a China anunciar flexibilização das restrições relacionadas aos casos crescentes de covid-19.

O minério de ferro teve alta de 5,04% em Dalian, a 708,50 iuanes (US$ 99,52), após o governo chinês anunciar o afrouxamento da política de covid zero.

Magalu é destaque negativo

No campo negativo, destaque para a Magalu. A empresa do varejo fechou com o pior resultado da Bolsa entre as empresas que com volume na casa dos milhões. O resultado está relacionado ao balanço ruim do terceiro trimestre.

A empresa foi uma das mais comentadas nesta sexta por analistas financeiros, que concordaram que os resultados da empresa foram fracos, mas divergiram quando o assunto era recomendação ou não de compra das ações da empresa.

Confira as melhores ações da Bolsa hoje

  • CSN (CSNA3) +16,80%
  • BRISANET (BRIT3) +13,63%
  • CBA CBAV3 +13,18%
  • JBS JBSS3 +11,91%
  • Usiminas (USIM5) +10,57%

As piores do pregão

  • MAGALU (MGLU3) -13,06%
  • GAFISA (GFSA3) -10,45%
  • LOCAWEB (LWSA3) -9,82%
  • GETNINJAS (NINJ3) -8,47%
  • SIMPAR (SIMH3) -8,47%