Bolsas da Europa fecham mistas com investidores repercutindo inflação e à espera de fala de Lagarde

Investidores aguardam fala da presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, em Davos na quinta-feira (19)

Os principais índices acionários da Europa avançam na manhã desta quarta-feira, repercutindo os dados da inflação ao consumidor da zona do euro e do Reino Unido e a agenda do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça.

O índice Stoxx 600 fechou em alta de 0,43%, a 457,29 pontos.

Enquanto isso, o índice DAX, de Frankfurt, caiu 0,03%, o francês CAC 40 registrou valorização de 0,09% e a Bolsa de Londres teve queda de 0,26%.

Inflação na zona do euro

No front dos dados publicados hoje no continente europeu, o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) na zona do euro registrou alta de 9,2% no mês de dezembro, no acumulado de 12 meses, conforme divulgou na manhã desta quarta-feira a Eurostat, agência de estatísticas da União Europeia.

O resultado ficou em linha com o consenso projetado por economistas consultados pelo “The Wall Street Journal” e com a leitura preliminar e desacelerou em relação ao resultado de 10,1% registrado em novembro. Já o núcleo do CPI registrou alta de 5,2% em base anual, em linha com a leitura preliminar e com o consenso, com ligeira aceleração em relação ao resultado de novembro, de 5%.

“A zona do euro provavelmente ultrapassou o pico da inflação, já que quedas acentuadas na inflação de alimentos e energia devem arrastar para baixo o indicador. Mas os dados finais do CPI de dezembro mostraram que a inflação subjacente permaneceu forte. Esperamos que o núcleo do CPI caia mais lentamente e permaneça bem acima de 2% este ano”, afirma a Capital Economics, em nota.

Inflação no Reino Unido

Já o CPI do Reino Unido teve alta de 10,5% em base anual na leitura do mês de dezembro, abaixo dos 10,7% registrados em novembro. Esta foi a segunda queda consecutiva do indicador.

“A inflação no Reino Unido diminuiu ligeiramente em dezembro, o segundo mês em que caiu, indicando que atingiu o pico e, salvo outro aumento nos preços da energia, pode agora cair de forma constante”, aponta Craig Erlam, analista sênior da Oanda, em relatório.

“Isso será um alívio para famílias e empresas que sofrem com o aperto no custo de vida, embora, com o CPI ainda acima de 10%, obviamente ainda há um longo caminho a percorrer”, acrescentou o analista.

Falas em Davos

Os investidores também seguem atentos para o Fórum Econômico Mundial. A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, deve participar de dois painéis do evento, na quinta-feira (18), às 7h30 (de Brasília) e na sexta-feira, às 07h.

Os mercados sinalizaram otimismo após uma reportagem da “Bloomberg” afirmar que o BCE está considerando reduzir o ritmo dos apertos monetários a partir da reunião do mês de março. Um aumento de 0,50 ponto percentual segue precificado para fevereiro, enquanto a autarquia cogita um aumento de 0,25 ponto percentual na reunião de março.