Bolsas da Europa fecham em alta com queda da inflação no Reino Unido

No Reino Unido, o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) teve alta de 10,1% em janeiro em comparação com o mesmo mês do ano anterior

Os principais índices acionários do continente europeu encerram o dia em alta, após dados divulgados hoje cedo mostrarem que a inflação no Reino Unido arrefeceu em janeiro.

Após ajustes, o índice Stoxx 600 fechou em alta de 0,42%, a 464,36 pontos. O índice DAX, de Frankfurt, teve ganho de 0,82%, a 15,506,34 pontos e o FTSE 100, de Londres, registrou alta de 0,55%, a 7.997,83 pontos. O francês CAC 40 contabilizou avanço de 1,21%, a 7.300,86 pontos.

Euro e libra

Por volta das 14h05, o euro recuava 0,54%, a US$ 1,06774, enquanto a libra tinha queda firme de 1,22%, a US$ 1,20249.

Inflação no Reino Unido

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) do Reino Unido teve alta de 10,1% em janeiro em comparação com igual mês do ano anterior, diminuindo em relação ao aumento de 10,5% em dezembro e da alta de 11,1% em outubro, que foi o maior nível em 41 anos. Este foi o terceiro declínio do indicador em três meses.

Na margem, o CPI registrou queda de 0,6% em janeiro, o maior declínio desde janeiro de 2019. Em dezembro, o indicador havia registrado alta de 0,4%.

Enquanto isso, o índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) avançou 13,5% em janeiro, em base anual, contra um crescimento de 14,7% no mês de dezembro.

“Embora os resultados corporativos desiguais, combinados com as últimas impressões de inflação do Reino Unido e dos EUA, tenham trazido mais incerteza de curto prazo para os mercados, o sentimento otimista subjacente não foi impactado significativamente até agora”, disse o analista da ActivTrades, Pierre Veyret, em nota.

Ele acrescenta que o desempenho fraco das ações de saúde, financeiras e imobiliárias estão sendo compensados pelo apetite por produtos cíclicos de consumo, setor industrial e tecnológico.

Produção industrial da Europa

Além dos dados de inflação do Reino Unido, hoje também foram publicados os números de produção industrial da zona do euro – que compreende produção de manufatura, mineração e serviços públicos – que caiu 1,1% em dezembro em comparação com o mês anterior, após um aumento revisado de 1,4% em novembro, segundo dados da agência de estatísticas da União Europeia,