Bolsas da Europa fecham em alta com bons resultados trimestrais do setor de varejo e CPI dos EUA no radar

Investidores avaliam o cenário econômico enquanto esperam pelo índice de preços ao consumidor (CPI) de dezembro nos Estados Unidos

Os principais índices acionários da Europa fecharam em alta nesta quarta-feira, no início da temporada de balanços trimestrais no continente europeu, com destaque para as empresas do setor de varejo. Além disso, os investidores também avaliam as perspectivas econômicas antes da divulgação do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) dos EUA para o mês de dezembro, na quinta-feira.

Após ajustes, o índice Stoxx 600 fechou em alta de 0,43%, a 447,63 pontos. O índice DAX, de Frankfurt, teve alta de 1,17%, a 14.947,91 pontos e o FTSE 100, de Londres registrou valorização de 0,40%, a 7724,98 pontos. O francês CAC 40 contabilizou alta de 0,80%, a 6.924,19 pontos. Entre os setores do Stoxx Europe 600, o segmento de serviços financeiros fechou com alta de 1,19%, enquanto o setor de lazer e turismo registrou queda de 0,24%.

O setor de varejo foi o destaque deste início de temporada para os balanços trimestrais no continente europeu. A JD Sports, companhia varejista britânica do setor de esportes e moda, está otimista para o ano fiscal de 2024, apontando para um lucro ajustado antes dos impostos de pouco mais de 1 bilhão de libras esterlinas, que deve ser apoiado por investimentos globais. A empresa fechou a sessão com alta de 6,82% em suas ações.

Já a J. Sainsbury, terceira maior cadeia de supermercados do Reino Unido, afirmou que espera que o lucro e o fluxo de caixa estejam no topo de sua faixa de previsão no ano até março, após uma forte temporada de Natal.

Os investidores também esperam pela divulgação da inflação ao consumidor nos Estados Unidos. Segundo economistas consultados pelo “The Wall Street Journal”, o indicador deve ter alta de 6,5% em base anual, desacelerando da última leitura que registrou alta de 7,1%. Na margem, o CPI deve registrar queda de 0,1%, de uma alta de 0,1% na última leitura.

“Os mercados estão aguardando ansiosamente a publicação do CPI dos EUA na quinta-feira, que será fundamental para o tamanho do aumento da taxa de juros do Fed em fevereiro”, escrevem analistas da Danske Bank, acrescentando que, embora os mercados esperem um aumento de 0,25 ponto percentual em fevereiro, os investidores parecem estar subestimando a probabilidade de um aumento de 0,50 ponto percentual.

As 13h45, o euro registrava alta de 0,18%, a US$ 1,07576, enquanto a libra recuava 0,13%, a US$ 1,21344. Já o índice DXY, que mede o peso do dólar ante seis moedas de mercados desenvolvidos, operava em alta de 0,02%, a 103,253 pontos.