Bolsas dos EUA fecham sem direção única à espera por dados de inflação

Destaque da semana, os dados do CPI ajudarão os investidores a avaliar o progresso do Federal Reserve (Fed, banco central americano) em controlar a inflação

As bolsas de Nova York não apresentaram direção única na sessão desta terça-feira (11), mostrando oscilações marginais, próximas da estabilidade, ao passo que os investidores aguardam a divulgação do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês), que sai amanhã.

No fechamento, o índice Dow Jones avançou 0,29%, a 33.684,79 pontos, enquanto o S&P 500 fechou estável, a 4.108,94. Já o Nasdaq teve queda de 0,43%, fechando em 12.031,88.

CPI no radar

Destaque da semana, os dados do CPI ajudarão os investidores a avaliar o progresso do Federal Reserve (Fed, banco central americano) em controlar a inflação. Até lá, comentários de dirigentes da autarquia também serão monitorados.

Nesta terça, Austan Goolsbee, presidente do Fed de Chicago, fala em evento às 14h30, enquanto Patrick Harker, chefe do Fed da Filadélfia, faz pronunciamento às 17h, e Neel Kashkari, presidente do Fed de Minneapolis, fala às 20h30.

Payroll

A apreensão é maior pelo fato de, na sexta-feira, durante o feriado, os dados do relatório de empregos, o payroll, terem mostrado que o mercado de trabalho americano segue resiliente – apesar de ter desacelerado em relação ao mês anterior.

Entretanto, segundo Hani Redha, gerente de portfólio da PineBridge Investments, a atenção dos investidores pode retornar para o setor bancário com a proximidade do fim de semana, quando JPMorgan, Wells Fargo e Citigroup iniciam a temporada de resultados.

“Os gerentes de recursos se concentrarão no que os credores dizem sobre as condições de crédito e depósitos após saques registrados em alguns bancos regionais”, disse Redha.

Leia a seguir

Leia a seguir