Bolsas da Europa operam sem direção única, à espera de decisão do BCE e PIB dos EUA

As bolsas europeias operam sem direção única e com variações modestas

As bolsas europeias operam sem direção única e com variações modestas na manhã desta quinta-feira, enquanto investidores aguardam decisão de política monetária do Banco Central Europeu (BCE) e dados de crescimento e inflação dos EUA.

Por volta das 6h30 (de Brasília), o índice pan-europeu Stoxx 600 recuava 0,12%, a 476,54 pontos.

Nas próximas horas, o BCE deverá deixar seus juros inalterados pela terceira vez consecutiva, confirmando recente sinalização de vários de seus dirigentes, segundo analistas compilados pelo Broadcast.

Desta forma, as atenções vão se voltar para a coletiva de imprensa com a presidente do BCE, Christine Lagarde. Na semana passada, ela declarou que o primeiro corte de juros na zona do euro provavelmente virá durante o verão europeu, que começa em meados de junho.

Estimativas do PIB dos Estados Unidos

Logo após o anúncio do BCE, os EUA revelam estimativas iniciais para o Produto Interno Bruto (PIB) e inflação PCE do quarto trimestre de 2023, dados que são fundamentais para as apostas sobre a esperada trajetória de queda dos juros básicos americanos este ano.

Na Alemanha, o índice Ifo de sentimento das empresas decepcionou mais cedo, com uma inesperada queda em janeiro.

A temporada de balanços corporativos, por sua vez, continua no radar.

No horário acima, a ação da Nokia saltava 6,6% em Helsinque, após a multinacional finlandesa de telecomunicações e tecnologia divulgar resultados trimestrais e projeções para este ano.

Já no pré-mercado de Nova York, a Tesla sofria forte queda e a IBM disparava, em reação a balanços publicados no fim da tarde de ontem.

Às 6h45 (de Brasília), a Bolsa de Londres subia 0,05%, a de Paris caía 0,207% e a de Frankfurt recuava 0,07%. Já as de Milão e Madri perdiam 0,60% e 0,83%, respectivamente, enquanto a de Lisboa avançava 0,12%.

Com informações do Estadão Conteúdo