Bolsas da Europa operam em alta, com Paris na liderança após balanços da LVMH e Rémy Cointreau

O apetite por risco na Europa também vem em meio a especulação sobre quanto os juros da zona do euro poderão cair ao longo do ano

As bolsas europeias operam em alta na manhã desta sexta-feira, com as de Paris liderando os ganhos após balanços melhores do que o esperado da gigante de artigos de luxo LVMH e da fabricante de bebidas alcoólicas Rémy Cointreau.

Investidores também digerem ainda o anúncio de juros do Banco Central Europeu (BCE).

Por volta das 6h40 (de Brasília), o índice pan-europeu Stoxx 600 tinha alta de 0,74%, a 482,12 pontos.

No mercado francês, a ação da LVMH subia quase 10% no horário acima, após a empresa divulgar vendas anuais mais fortes do que se previa.

Ainda no ramo de luxo, a Christian Dior avançava 9,5%. Já o papel da Rémy Cointreau saltava 13%, também com resultado de vendas acima das expectativas.

Apetite por risco

O apetite por risco na Europa também vem em meio a especulação sobre quanto os juros da zona do euro poderão cair ao longo do ano.

Ontem, o Banco Central Europeu (BCE) deixou seus principais juros inalterados pela terceira vez seguida e reafirmou seu compromisso de combater a inflação. A presidente do BCE, Christine Lagarde, reafirmou, porém, previsão de que o primeiro corte de juros poderá vir durante o verão europeu, que começa em meados de junho.

Às 6h52 (de Brasília), a Bolsa de Paris subia 1,88% e a de Londres avançava 1,30%, enquanto a de Frankfurt mostrava alta marginal de 0,07%, revertendo perdas de mais cedo, quando foi pressionada por dados fracos de confiança do consumidor alemão. Já as de Milão, Madri e Lisboa tinham ganhos de 0,36%, 0,39% e 0,22%, respectivamente.

Com informações da Dow Jones Newswires e Estadão Conteúdo