Bolsas da Ásia fecham mistas, após acordo sobre teto da dívida dos EUA

Confira o desempenho das bolsas asiáticas nesta segunda (29)

As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta segunda-feira (29) após o governo dos EUA e a oposição republicana chegarem a um acordo para elevar o teto da dívida americana.

O índice acionário japonês Nikkei subiu 1,03% em Tóquio, a 31.233,54 pontos, renovando máxima em 33 anos, e o Taiex avançou 0,80% em Taiwan, a 16.636,30 pontos, enquanto o Hang Seng caiu 1,04% em Hong Kong, a 18.551,11 pontos, na volta de um feriado.

Na China continental, os mercados ficaram mistos: o Xangai Composto teve alta de 0,28%, a 3.221,45 pontos, mas o menos abrangente Shenzhen Composto recuou 0,51%, a 2.002,15 pontos.

Na Coreia do Sul, não houve negócios hoje devido a um feriado local.

No fim de semana, o governo Biden a Câmara dos Representantes, que é comandada pela oposição republicana, chegaram a um acordo para elevar o teto da dívida dos EUA e evitar um calote. A previsão é que o projeto sobre o teto da dívida seja votado na quarta-feira (31).

Na Oceania, a bolsa australiana foi impulsionada pelo acordo nos EUA, assegurando o maior ganho em um único pregão desde 11 de abril. O S&P/ASX 200 avançou 0,87% em Sydney, a 7.217,40 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.

Com informações da Agência Estado