Bolsas da Ásia fecham em alta com destaque para setores de tecnologia e imobiliário

Na China, a bolsa de Xangai não funcionou por conta das festividades do Ano Novo Lunar.

As bolsas da Ásia fecharam em alta nesta sexta-feira (27), com os investidores repercutindo uma série de balanços de diversas companhias do continente asiático. O setor de tecnologia e o segmento imobiliário se destacaram durante a sessão após a publicação de resultados de empresas do setor. Na China, a bolsa de Xangai não funcionou por conta das festividades do Ano Novo Lunar.

Em Tóquio, o índice Nikkei fechou em leve alta de 0,07%, a 27.382,56 pontos, com as ações do setor financeiro e do segmento de tecnologia liderando os ganhos da sessão. Na variação semanal, o Nikkei teve valorização de 3,12%.

A Yaskawa Electric subiu 3,7%, a Nidec registrou alta de 3,05%, enquanto o Mizuho Financial Group e o Mitsubishi UFJ Financial Group avançaram 2,7% cada. A Shin-Etsu Chemical fechou com alta de 4,1% após aumentar a receita do ano fiscal e as visualizações de lucro líquido.

Na Coreia do Sul, o índice Kospi contabilizou alta de 0,62%, a 2.484,02 pontos, estendendo os ganhos para a quinta semana consecutiva. Na variação semanal, o Kospi fechou com valorização de 3,7%.

O destaque da sessão veio dos balanços, com a fabricante de telas planas LG Display subindo 4,3% em meio a esperanças de que seus ganhos se recuperem no final deste ano, após seu prejuízo líquido no quarto trimestre. A gigante de eletrodomésticos LG Electronics subiu 0,2% após seus fracos resultados amplamente esperados no quarto trimestre.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng fechou com alta de 0,54%, a 22.688,90 pontos. Na variação semanal, o índice fechou com 2,92%.

O setor imobiliário se destacou durante a sessão, com o Country Garden avançando 6,2%, a Hang Lung Properties registrando alta de 1,4% e China Overseas Land & Investment subindo 2,0%. Entre as ações de tecnologia, JD.com ganhou 2,4%, a Baidu subiu 1,8% e a Tencent registrou alta de 2,0%. O foco do mercado de curto prazo provavelmente estará nos dados do PIB do quarto trimestre de Hong Kong, que serão divulgados na próxima semana.

Na China, a bolsa de Xangai não funcionou hoje devido as festividades do feriado do Ano Novo Lunar.