Bolsas da Ásia fecham em queda com preocupações sobre o setor bancário

Além da turbulência bancária no Ocidente, os investidores também se preocupam com a recuperação econômica da China

Os principais índices acionários do continente asiático encerraram o pregão em queda nesta sexta-feira (24), ao passo que aumenta a preocupação sobre a atual crise do setor bancário.

Os investidores temem que a crise se alastre na economia, tendo em vista a postura mais cautelosa do Federal Reserve (Fed, banco central americano) em sua decisão de política monetária nesta semana e comentários de autoridades.

Hong Kong

O índice Hang Seng, de Hong Kong, terminou em queda de 0,7%, com as ações de empresas bancárias e financeiras sendo destaque nas perdas.

O HSBC Holding caiu 2,9% e Ping An Insurance caiu 1,1%.

China Continental

Na China continental, o índice de referência Shanghai Composto caiu 0,6%. Além da turbulência bancária que assola principalmente os Estados Unidos e a Europa, os investidores também se preocupam com a recuperação econômica da China. As ações de telecomunicações pesaram na sessão, com a China Mobile caindo 2,4%.

Coreia do Sul

Na bolsa de Seul, o índice Kospi caiu 0,4%, quebrando uma sequência de três altas consecutivas. Os fabricantes de baterias EV Samsung SDI e LG Energy Solution caíram 3,6% e 1,0%, respectivamente, encerrando seu período de ganhos de três dias.

Japão

Já na Bolsa de Tóquio, o índice Nikkei caiu 0,1%. A Resona Holdings Inc. caiu 2,6% e a Orix Corp. caiu 1,8%. Enquanto isso, algumas ações de serviços públicos e produtos químicos avançaram, já que as recentes quedas nos preços do petróleo bruto diminuíram as preocupações sobre os custos de energia e matérias-primas.

Leia a seguir

Leia a seguir