O que a Apple (AAPL34) tem a ver com o futuro time de Messi?

Craque argentino tem propostas tentadoras financeiramente que vão além do salário

Barcelona, Arábia Saudita ou Grêmio? Nada disso. O futuro do campeão do mundo e craque argentino Lionel Messi vai ser a MLS – liga de futebol dos Estados Unidos.

Depois de deixar o PSG, da França, o próprio Messi confirmou nesta quarta-feira (7) ter chegado a um acordo para ser jogador do Inter Miami, clube americano que pertence ao ex-jogador David Beckham. A mídia esportiva internacional aponta que ele receberá um salário anual de 60 milhões de euros por duas temporadas.

Além disso, segundo o site The Athletic, a Apple (AAPL34) e a Adidas estariam na jogada para turbinar financeiramente (ainda mais) a conta do astro.

A gigante de tecnolgia, conforme fontes, avalia oferecer a Messi uma parte da receita gerada por novos assinantes do MLS Season Pass, o pacote de streaming da liga na Apple TV+. A companhia e a MLS assinaram um acordo de 10 anos e US$ 2,5 bilhões pelos direitos de transmissão.

Os rumores aumentaram após a Apple revelar na terça-feira (6) que irá produzir um documentário com bastidores sobre as participações de Messi em Copas do Mundo, incluindo o título na edição passada, no Catar, em 2022.

Já a Adidas, patrocinadora oficial de Messi e da liga americana, estuda uma oferta de participações nos lucros. Messi embolsaria uma parte do potencial aumento nos lucros da gigante de roupas esportivas resultante de seu envolvimento na MLS.