Americanas (AMER3) consulta credores sobre empréstimo de R$ 1,875 bi

Proposta é parte de um acordo que a companhia em recuperação judicial está negociando com credores

A Americanas (AMER3) anunciou nesta terça-feira (10) que propôs a credores receber um empréstimo de R$ 1,875 bilhão, como parte dos esforços para levar adiante seu plano de recuperação judicial.

Em fato relevante, a varejista afirmou que está em fase avançada nas conversas com os credores para um acordo de equacionamento de dívidas.

A proposta envolve também o compromisso dos acionistas de referência da Americanas, Jorge Paulo Lemann, Marcel Herrmann Telles e Carlos Alberto Sicupira, de capitalizar a companhia em R$ 12 bilhões, em dinheiro.

Esse aporte considera um financiamento já aportado.

Além disso, o plano envolve a capitalização de dívida de credores também no valor de R$12 bilhões.

O empréstimo de R$ 1,875 bilhão seria parte desse pacote.

Por fim, o acordo envolveria também R$ 8,7 bilhões em dinheiro dedicados à recompra antecipada de dívida com desconto.

A Americanas pediu recuperação judicial em janeiro, após ter revelado que tinha um buraco contábil de R$ 20 bilhões.