Ambipar (AMBP3) divulga novas projeções financeiras e aprova recompra de ações

Companhia informou que objetivo do programa é maximizar a geração de valor aos acionistas

A Ambipar (AMBP3) divulgou nesta segunda-feira (3) novas projeções financeiras. Assim como aprovou o início de um novo programa de recompra de ações.

A companhia, que atua no segmento ambiental, atualizou projeção de alavancagem, a mantendo em 2,5 vezes a dívida líquida sobre o Ebitda. Mas agora vendo que a deve alcançar nos próximos 12 meses e não mais somente ao fim de 2026.

Segundo a companhia, a nova projeção foi elaborada considerando premissas de captura de sinergias operacionais, redução de custos com maior automação de processos e eficiência tributária e revisão do modelo de alocação do imobilizado.

Além disso, a Ambipar também estabeleceu novas projeções de receita líquida e de margem Ebitda. A empresa estima um crescimento de 10% nas receitas até o fim de 2024 e de três pontos percentuais na margem Ebitda nos próximos 12 meses.

Ações da Ambipar

A projeção de receita considera oportunidades de venda cruzada, expansão do mercado pelo incremento do portfólio de serviços e novos projetos. Já a estimativa de margem leva em consideração redução de redundância, ganho de eficiência e sinergias.

Por fim, a companhia também aprovou um programa de recompra de até 20,8 milhões de ações, o equivalente a 37,3% das ações em circulação. A operação terá duração de até 18 meses e pode durar até 30 de novembro de 2025.

O objetivo do programa, segundo a Ambipar (AMBP3), é maximizar a geração de valor aos acionistas, uma vez que o valor atual das ações não reflete o valor real dos ativos e a perspectiva de rentabilidade e geração de resultados.

A empresa utilizará o saldo total de reservas de capital disponível, R$ 167,9 milhões, para a aquisição das ações no programa de recompra, considerando o preço de fechamento de R$ 8,07 na sexta-feira (31).

Com informações do Valor Econômico