WEG lidera ganhos no Ibovespa, seguida por Azul e Petrobras; veja o que impulsionou as ações

Ações em alta: gigantes da bolsa ficaram entre os maiores ganhos do IBOV nesta segunda (8); veja as listas de melhores e piores do dia

A lista de ações em alta do Ibovespa desta segunda-feira (17) tem gigantes na liderança. O Ibovespa fechou em alta mais uma vez, aos 126 mil pontos, mostrando fôlego depois de quedas consecutivas em 2024.

Assim, entre os papéis que compõem o principal índice da bolsa, destaque para a WEG. A companhia liderou os ganhos no dia, chegando o quase 5% de valorização.

A valorização pode estar relacionada à recomendação de compra por parte do BofA. O destaque é de Hemelin Mendonça, especialista em mercado de capitais e sócia da AVG Capital.

“A redução da contribuição das energias renováveis ​​(que têm margens menores) para a receita da WEG ajudaram nessa recomendação de compra”, diz Mendonça.

Além disso, o preço do cobre subiu, favorecendo a operação da empresa de maquinário brasileira, que tem essa como um dos principais insumos.

Por fim, a empresa também vem sendo beneficiada pela desvalorização do real, o que favorece empresas exportadoras, como a WEG.

Petrobras

Entre os destaques positivos, vale mencionar também a Petrobras, que “sobe depois da divulgação de que fará um aumento no preço da gasolina e do gás de cozinha”, ressalta Mendonça.

A Petrobras (PETR4) anunciou nesta segunda-feira (8) que vai subir o preço da gasolina para as distribuidoras. Aliás, o aumento de R$ 0,20 por litro, para R$ 3,01 será válido já a partir de terça-feira (9).

“Em 2024, este é o primeiro ajuste nos preços de venda de gasolina A da Petrobras para as distribuidoras. O último ajuste ocorreu em 21/10/2023, uma redução. E o último aumento ocorreu em 16/08/2023”, diz a companhia em nota.

Azul

Outra empresa relevante para a bolsa que apresentou ganhos importantes foi a Gol, com a segunda maior alta do dia, atrás apenas da WEG e na frente da Petrobras.  

Nesse sentido, “Azul sobe devido a possível combinação de negócios entre a companhia e a Gol (GOLL4)”, avalia Mendonça.

Assim, segundo o Valor Econômico, a Azul quer fazer proposta de fusão nos próximos meses no tribunal de falências de Nova York para adquirir a concorrente. Os papéis da Gol, que estão fora do Ibovespa também subiram: + 4,4%, depois da alta de mais de 11% na sexta, data de publicação da reportagem.

Ações em alta: veja os maiores ganhos do Ibovespa nesta segunda

EmpresaAtivoÚltima cotação (R$)Variação no fechamento(%)
WegWEGE344,254,88
AzulAZUL48,64,62
PetrobrasPETR341,352,66
PetrobrasPETR438,52,61
CCRCCRO312,422,31
EmbraerEMBR336,642,29
AssaíASAI311,72,18
Grupo UltraUGPA322,491,76
B3B3SA310,691,62
CemigCMIG410,531,54

Ações em queda: as piores do dia

EmpresaAtivoÚltima cotação (R$)Variação no fechamento (%)
Magazine LuizaMGLU312,89-5,84
CVCVCB32-2,91
EnevaENEV312,76-2,89
SuzanoSUZB353,22-2,79
CSN MineraçãoCMIN35,28-2,76
PrioPRIO345,35-2,58

As cotações foram apuradas entre as 17h17 e as 17h23. Os rankings contemplam apenas ações do Ibovespa.

Leia a seguir

Leia a seguir