Qual a probabilidade de ganhar na Mega-Sena — e por que ainda insistimos?

A economia comportamental explica a razão de jogarmos mesmo com uma chance tão pequena de acerto

Quem usa de racionalidade, vai olhar para as loterias oficiais com descrença. Afinal, é mais fácil acontecer um acidente aéreo do que, com 8 números apostados na Mega-Sena e R$ 140 de desembolso, levar o prêmio principal com o acerto dos 6 números.

Dados da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA), de 2021, mostram que o risco de um passageiro ter sofrido um acidente (fatal ou não) foi de 1 voo a cada 990 mil decolagens. Já a probabilidade de levar o prêmio principal da Mega com uma aposta simples, de 6 números, é de 1 para cada 50.063.860.

Chance pequena de ficar milionário, segundo a Caixa

Tábua de probabilidades por números jogados e valores de apostas. Fonte: Caixa
Tábua de probabilidades por números jogados e valores de apostas. Fonte: Caixa

A probabilidade, área de estudo na matemática que possibilita calcular as chances de um evento ocorrer em um experimento aleatório, explica porque é tão difícil ganhar o prêmio principal de uma loteria.

Mas se a chance de ganhar é tão pequena, o que explica o fato de tantas pessoas terem o hábito de passar pela casa lotérica, gastar pelo menos R$ 5 e fazer uma “fezinha”?

Flávio Bambirra Gonçalves, professor de Estatística da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), faz parte do time que joga apenas na Mega da Virada. Segundo ele, por diversão. Babirra cita uma frase conhecida no meio matemático: “É mais ou menos assim: loteria é um imposto para aqueles que não sabem probabilidade”.

Qual é a lógica da Mega-Sena, segundo cálculos matemáticos?

Para entender a lógica da Mega-Sena, pense nos seguintes cenários:

  • Se uma pessoa faz uma aposta com 1 cartela de mais de 6 dezenas (de 7 a 15), o valor da aposta aumenta na mesma proporção que a chance de acertar as 6 dezenas sorteadas.
  • Por exemplo, uma aposta com 1 cartela de 7 dezenas, custa o mesmo que uma aposta com 7 cartelas de 6 dezenas, mas em ambos os casos, a chance de acertar os 6 números sorteados é a mesma.

Por Paula Pacheco, especial para o Bora Investir. Fonte: Flávio Bambirra Gonçalves, professor de Estatística da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).