Dica do especialista: por que o relatório de empregos dos EUA é tão importante para você

O Payroll, divulgado mensalmente, deve nortear a próxima divulgação da taxa de juros no país norte-americano
Pontos-chave:
  • Nessa sexta-feira (2) foi divulgado o chamado Payroll, relatório de empregos dos Estados Unidos
  • O resultado do Payroll deve nortear a relevância da alta de juros da próxima reunião do Fed.

Na sexta-feira (2) foi divulgado o payroll, relatório que mede o nível de empregos dos Estados Unidos. Diante disso, de acordo com Camila Fioravante, especialista em investimentos do Itaú Unibanco, esses dados são muito importante para o mercado.

“Inclusive aqui no Brasil também vale acompanhar o relatório para entender se o mercado de trabalho nos EUA continua forte. Além disso, se a pressão salarial por lá vai permanecer e qual vai ser o nível de desemprego”, esclarece.

Quais são as expectativas para o payroll?

Então, ainda segundo a especialista, a estimativa é de uma criação de 285 mil novas vagas de trabalho nos EUA. Bem abaixo do último resultado, que foi de 528 mil.

“Lembrando que o último resultado veio o dobro do que os agentes de mercado estavam esperando. Então, veio superando as estimativas”, conta.

Emprego e taxa de juros

Assim sendo, o resultado do Payroll deve nortear a relevância da alta de juros da próxima reunião do Fed, que será dia 21 de setembro.

“Traduzindo em outras palavras: se o mercado de trabalho vier forte, a magnitude dessa taxa de juros pode ser, de repente, até maior do que o mercado está esperando. E dessa forma, a gente sabe que isso impacta diretamente os mercados [inclusive no Brasil]”, afirma Camila.

E nós, por aqui na Inteligência Financeira, estaremos de olho nesses dados e nas suas repercussões.

Sobre o nosso Manhã Inteligente

Quer ficar por dentro dos assuntos que estão em alta no cenário econômico e ainda ter dicas sobre finanças? Então não perca o Manhã Inteligente, que acontece de segunda a sexta-feira, aqui no site da Inteligência Financeira e também nas nossas redes sociais (Linkedin e Instagram) e YouTube, agora em novo horário: às 8h30.