Aplicativo íon Itaú dá nota para as carteiras de investimentos

Avaliações do ´Diagnóstico da Carteira’ mostram que cada 0,10 pp de aumento representou 0,31% de ganho na carteira do cliente no ano

O Itaú Unibanco começa a oferecer a funcionalidade ‘Diagnóstico de Carteira´ no aplicativo íon, com foco em carteiras de investimentos. Essa novidade busca resolver duas das principais ‘dores’ dos clientes em relação ao seu portfólio: se os investimentos estavam bons ou não, e o que seria necessário fazer para melhorá-los.

Dessa forma, o Diagnóstico permite que os clientes vejam se o portfólio está alinhado ao seu perfil de investidor. E também ao retorno projetado no nível de risco esperado.

Além disso, a ferramenta funciona em sintonia com outras features. Isso porque ela direciona os usuários aos passos necessários para os ajustes.

A partir daí, na própria jornada há a opção de ‘revisar carteira’. Ela mostra os caminhos para o cliente otimizar o portfólio, tanto ajustando a alocação atual quanto considerando outros produtos numa nova recomendação.

Como funciona o Diagnóstico

O Diagnóstico das carteiras de investimentos apresenta uma nota que vai de 1 (menos adequada) a 5 (mais adequada). Ele demonstra facilmente o status atual e a eventual necessidade de ajustes.

“Identificamos que cada 0,10 pp que conseguimos subir na avaliação do diagnóstico dos clientes representou 0,31% de ganho na performance da carteira ao final de 12 meses”, explica Martin Iglesias, especialista líder em Investimentos e Alocação de Ativos do Itaú Unibanco.

Ainda que o Diagnóstico funcione de forma automática e já preveja ajustes, essa informação também fica disponível para o especialista de investimento do Itaú. Assim, ambos podem atuar em conjunto.

“Essa integração representa perfeitamente o conceito de phygital que buscamos em nossa operação. Ao mesmo tempo em que oferecemos todas as funcionalidades eletrônicas, ainda temos o apoio de profissionais que podem – presencial ou virtualmente – conversar e orientar nossos clientes da melhor forma possível para a implementação das melhorias nas alocações que façam sentido para a realidade e planos de cada um”, explica Claudio Sanches, Diretor de produtos de investimento e previdência do Itaú Unibanco.

“As dimensões de Risco, Retorno e Perfil devem trabalhar em consonância. Dessa forma, é possível avaliar quando a carteira do cliente está preparada para se beneficiar dos movimentos de mercado que temos expectativas que aconteçam, olhando para o futuro, e não para o que já aconteceu”, complementa Sanches.

Como acessar a ferramenta

O Diagnóstico de Carteira de investimentos já está disponível para todos os clientes que possuem produtos de investimentos do Itaú no íon, independente do sistema operacional do celular.

Mantendo o conceito aplicado desde a criação do próprio íon, essa nova funcionalidade também nasce no modelo MVP – Mínimo Produto Viável, na sigla em inglês – num processo contínuo de melhoras, seja por implementações já escalonadas ou pelos feedbacks recebidos dos próprios clientes.

Para acessá-lo, siga a rota: íon > menu assessoria > conferir diagnóstico > seguir a jornada.