Petróleo fecha em queda com sinais de enfraquecimento da economia global

O avanço do dólar no exterior também reduziu a demanda pelos contratos futuros da commodity

O petróleo encerrou a sessão de hoje com baixa superior a 1%, pressionado pela percepção de perda de fôlego da economia global e uma recuperação de ritmo ainda incerto na China. O avanço do dólar no exterior também reduziu a demanda pelos contratos futuros da commodity.

O barril do petróleo WTI – referência americana – com entrega prevista para junho fechou em queda de 1,46%, a US$ 75,66, e o do Brent – referência global – para julho cedeu 1,27%, a US$ 79,31.

Com o movimento de hoje, o petróleo reverteu praticamente todo o ganho que seguiu o anúncio repentino de um corte de produção da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+), no começo de abril.

A preocupação central do mercado segue sendo a perspectiva de menor demanda no futuro próximo, à medida que as economias desenvolvidas respondem ao aumento de juros recente – como é o caso de EUA e União Europeia (UE), cujos bancos centrais devem apertar as condições financeiras mais uma vez esta semana.

Leia a seguir

Leia a seguir