Por que você deveria prestar atenção nas commodities?

Eles são uma parte importante do mundo dos investimentos e influenciam a economia mundial. Saiba mais

Você com certeza já viu no noticiário econômico alguma notícia sobre o preço das commodities, certo? Mas o que elas são, exatamente?

Commodity é literalmente mercadoria. Te juro. E de que tipo de mercadoria a gente está falando? Bom, quando usamos essa palavra no mundo dos investimentos, a gente está se referindo a matérias-primas. Ou seja, mercadorias que não são industrializadas.

Por exemplo, o milho, a soja, o minério de ferro e petróleo. As commodities são a base para a produção de outras coisas, mais complexas, as chamadas manufaturas.

Pensa no petróleo: ele puro não serve pra muita coisa, mas se você faz um processo de refinamento, ele pode virar gasolina, querosene. Ele também é a base dos plásticos. O milho vira outros tipos de alimento, como farinhas, farofas, biscoitos, enfim, vários produtos industrializados.

Existem três tipos básicos de commodities: as agrícolas, as minerais e as financeiras. Elas são títulos emitidos pelos governos e as moedas, como o real e o dólar.

Por que as commodities são importantes para a economia?

E qual é a importância delas para a economia e os investimentos? Bom, existe um mercado internacional de commodities. Vários países vendem essas mercadorias porque produzem bastante, e outros compram para transformar esse material em PRODUTOS.

É só pensar no petróleo, que é produzido por países como Rússia, Brasil e Venezuela. Ele pode ser vendido para outros países para ser refinado e transformado em outros materiais. Ou, como é o caso do Brasil, pode ser refinado no próprio país.

Se o preço de uma commodity começa a subir, isso pode ter impacto no mercado interno do país que produz e também no mundo todo. E por quê? Porque se uma commodity se valoriza, os produtores vão preferir exportar essa mercadoria do que vender pro mercado interno. Ou seja, vai começar a faltar esse produto e o preço dele também sobe dentro do país.

Mas se uma commodity fica barata demais, também não é bom. Isso porque os produtores podem decidir que não vale a pena mais investir naquela mercadoria. Aí, ela pode ou faltar, porque a produção dela fica insuficiente.

E as commodities podem ser também um investimento. Tem gente que investe nessas mercadorias. E como? Investindo nas ações das empresas produtoras. Quer um exemplo? Uma petroleira, como a nossa Petrobras. Ou empresas do setor de papel e celulose, empresas agrícolas, mineradoras.

Mas fique sempre de olho porque os preços das commodities são muito voláteis. Então, você precisa saber bem o que está fazendo ou contar com a ajuda de uma pessoa que entenda mesmo do assunto.

Leia a seguir

Leia a seguir