Bradesco BBI: decisão do STF sobre remuneração do FGTS é positiva para construtoras de baixa renda

Analistas do banco consideram que a decisão retira um ponto de pressão importante sobre a ações do setor de construção

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que estabeleceu a remuneração do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) seja corrigida pela inflação é positiva para as construtoras ligadas ao setor de baixa renda, diz o Bradesco BBI.

Os analistas Bruno Mendonça, Pedro Lobato e Herman Lee escrevem que a melhor decisão possível seria não realizar nenhuma mudança. Mas a decisão final do STF acabou sendo positiva sobre o que vinha sendo discutido e os votos iniciais da corte.

“A correção pelo IPCA adiciona uma diferença sobre os ativos do FGTS que não é o ideal, mas não nos parece tão danoso, em especial considerando que essa correção só vai começar a ser aplicada nos depósitos a partir de 2026”, comenta o banco.

Mais importante, eles veem que a decisão retira um ponto de pressão importante sobre a ações do setor de construção que vinha prejudicando sua valorização mesmo com o bom momento operacional.

Com informações do Valor Econômico

Leia a seguir

Leia a seguir