Ações da Sequoia (SEQL3) atingem menor preço da história

Os papéis da empresa de logística e transportes acumulam uma desvalorização de 87% em 12 meses

As ações da Sequoia (SEQL3) caíram 11,4%, a R$ 1,64, na terça-feira (4), menor preço da série histórica. Ao longo do dia, os papéis variaram entre R$ 1,57 e R$ 1,90 e movimentaram R$ 22,2 milhões, acima dos R$ 14,8 milhões negociados na véspera.

Desde o início de 2023, as ações da Sequoia acumulam uma desvalorização de 46%. Nos últimos 12 meses, o preço do papel já caiu 87,2%.

A empresa de logística e transportes divulgou os resultados no dia 29, com queda de 94% no lucro do quarto trimestre, para R$ 1,2 milhão. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) recuou 26,8% na mesma base de comparação, para R$ 43,2 milhões.

Em relatório, no dia 30, o Santander considerou o resultado melhor do que o esperado, mas chamou a atenção da alavancagem mais alta. A dívida líquida reportada no período foi de R$ 440 milhões, explicada pelo maior consumo de caixa de pagamentos da aquisição, o que levou à alavancagem, medida pela relação entre dívida líquida sobre Ebitda, para 1,9 vez, ante 1,6 vez apresentado um ano antes.

Leia a seguir

Leia a seguir