aprenda

Paridade euro-dólar: moeda americana pode se valorizar?

Entenda o que tem provocado a depreciação do euro

Só em 2022, o euro já desvalorizou 11% perante o dólar, chegando a paridade pela primeira vez desde a criação da moeda, em 2002. Para a economista-chefe da Upon Global Capital, Nicole Kretzmann, tal relação, resultado de uma série de dinâmicas, deve se tornar o “novo normal” por algum tempo.

Desvalorização do euro

Kretzmann aponta que a paridade entre as moedas é resultado de uma “tempestade perfeita” de alguns fatores que exercem pressão negativa sobre o euro e de outros fatores mais relacionados aos Estados Unidos, que valorizam o dólar.

Tempestade perfeita

Algumas das razões são:   - Possível racionamento de energia, principalmente na Alemanha e Itália, países dependentes do gás natural russo para indústria e aquecimento; - O aumento do preço do gás natural, por conta da sua escassez.

O que causa isso?

Mais algumas outras razões:   - Aperto monetário do Banco Central Europeu, com subida de juros para segurar a inflação;  - Força da economia americana, apesar dos medos de recessão;  - Dólar se mantendo como a grande reserva de valor do mundo em momentos de crise.

Outras causas

siga

Paridade euro-dólar: moeda americana pode se valorizar mais?

Leia em nossa plataforma