Tire suas dúvidas sobre o Fundo Garantidor de Créditos

O diretor-executivo do Fundo Garantidor de Créditos, Daniel Lima, responde às dúvidas enviadas pelas leitoras e leitores da IF

Nesta edição da Entrevista da Semana, Anne Dias, editora da IF, conversa novamente com Daniel Lima, diretor-executivo do Fundo Garantidor de Créditos (FGC). Na primeira entrevista, Lima falou sobre o FGC, quando começou, o que e quanto cobre. Daniel está de volta para responder dúvidas que os investidores e investidoras mandaram para a Inteligência Financeira.

Ele responde às seguintes perguntas:

  • Em caso de quebra de uma instituição, o investidor precisa acionar o FGC ou a garantia é coberta automaticamente?
  • Quanto tempo demora pra receber após acionar o FGC, e como é feito o pagamento?
  • Quem excede o limite de 250 mil por CPF e instituição, tem alguma outra forma de conseguir manter esse capital investido segurado?
  • Em caso de conta conjunta com dois titulares, como fica o limite do FGC?

Assista também à primeira entrevista de Daniel Lima com Anne Dias:

Fundo Garantidor de Créditos, a entidade que protege seus investimentos

O Fundo Garantidor de Créditos (o FGC) é uma entidade privada, sem fins lucrativos, que protege os investidores de instituições financeiras associadas. Na prática, o FGC existe para aumentar a confiança no Sistema Financeiro Nacional. O FGC garante depósitos e aplicações de até R$ 250 mil por conta, CPF ou CNPJ. Mas não são todas as aplicações que tem essa garantia. Para detalhar melhor o que é e como funciona o FGC, Anne Dias, editora da IF, entrevistou Daniel Lima, diretor-executivo do FGC.

Ele é diretor-executivo do Fundo Garantidor de Créditos desde 2019. Antes do FGC, Daniel foi presidente e diretor de investimentos da Petros, um dos maiores fundos de pensão da América Latina. Daniel também já foi gestor do Itaú Unibanco, trabalhou na Bolsa de Valores (a B3) e foi consultor de investimentos. Ele é doutor em Economia pela Universidade da Califórnia e mestre em Economia pela PUC do Rio. Lima contou quando o Fundo Garantidor de Créditos foi criado e contexto em que isso aconteceu, falou sobre os casos mais famosos da entidade, detalhou os investimentos protegidos pelo fundo e deu dicas de segurança para os investidores.


Você também pode gostar
Manhã Inteligente Publicado em 23.maio.2022 às 11h02
Dados da inflação, Fórum Econômico Mundial, preços dos combustíveis

Isabella Carvalho e Victor Vietti falam sobre esses e outros assuntos que podem afetar seus investimentos

Redação IF Publicado em 23.maio.2022 às 10h20
Redação IF Publicado em 23.maio.2022 às 09h29
Quais ativos estão na mira dos gestores e quais geram mais pessimismo?

Mapeamento revela as expectativas para 33 investimentos