Ticker: o que é esse código e para que ele serve?

Todas as ações negociadas na Bolsa de Valores têm um código, que ajuda o investidor a acompanhar o preço e o histórico. Saiba mais sobre como usar o ticker no Glossário IF.

O universo das ações é cheio de particularidades. Há uma imensidão de tipos de ações, vários termos em inglês aos quais devemos nos adaptar. Ticker, por exemplo. Para quem está chegando, tudo pode ser intimidador.

Uma coisa que os iniciantes na Bolsa de Valores demoram um pouco a entender são os nomes das ações. Eles são compostos por um monte de letrinhas e números. A ação da Ambev, por exemplo, é ABEV3. A do Itaú é ITUB4. E assim por diante. Esse código tem um nome: ticker. Ele existe pra facilitar a sua vida.

Ticker é o código que representa o nome da ação na B3, a Bolsa de Valores do Brasil. Em geral, ele é composto por quatro letras e um número. É como se fosse um apelido para ajudar na identificação. As letras representam a razão social da empresa. Já os números definem o tipo de ação.

E para que serve o ticker? Para facilitar a visualização e a consulta sobre um ativo, principalmente nas plataformas de investimento. Se você quiser, por exemplo, ter acesso ao gráfico de uma ação específica, vai precisar inserir o ticker onde a plataforma indicar. Simples assim.

Os números mais comuns são:

  • O três (3), que indica que aquela ação se trata de uma ação ordinária, aquelas em que você se torna parte do conselho da empresa, um acionista;
  • O quatro (4), que indica as preferenciais, que é quando você tem a preferência quando a empresa resolver distribuir os seus lucros; 
  • E o onze (11) que indica as units, ou seja, pacotes de ações negociadas em conjunto, que podem conter tanto as ordinárias quanto as preferenciais.

Outros números usados, apesar de menos comuns, são:

  • Um (1), que dá direito à subscrição de ação ordinária; 
  • Dois (2), que representa o direito de subscrição a uma ação preferencial; 
  • Cinco (5), seis (6), sete (7) e oito (8) que servem para ações preferenciais das classes A, B, C, D;
  • Nove (9), utilizado para recibo de subscrição de ação ordinária;
  • Dez (10), que é usado para subscrição de ação preferencial.

Saiba mais sobre o ticker e como usá-lo no Glossário IF!


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 25.maio.2022 às 10h10
Ibovespa tem tendência de queda com inflação e Petrobras se mantendo no radar

Investidores aguardam a divulgação da ata da última reunião do Fed

Redação IF Publicado em 25.maio.2022 às 08h55
Inflação: pequenas mudanças driblam a disparada dos preços

Com regras simples, você vai tomar as melhores decisões para o seu bolso

Glossário IF Publicado em 24.maio.2022 às 17h24
B3: como surgiu, qual é sua história, o que ela faz?

A Bolsa de Valores brasileira é uma das dez maiores do mundo e a maior da América Latina. Saiba mais no Glossário IF

Redação IF Atualizado em 25.maio.2022 às 08h00
Nubank renova mínimas históricas e já vale menos que o BTG. Efeito colateral do fim do lock-up?

Valor de mercado do Nubank corresponde a menos de um terço do Itaú, que vale US$ 48,8 bilhões; no IPO em dezembro, o Nubank estreou com valor de US$ 41,5 bilhões

Redação IF Publicado em 24.maio.2022 às 11h20
Dólar inverte sinal e passa a cair abaixo de R$ 4,80

Moeda americana era negociada a R$ 4,78 na mínima do dia

Redação IF Publicado em 24.maio.2022 às 10h23
Presidente do Bradesco diz que inflação deve começar a ficar ‘mais controlada’ a partir de 2023

Octavio de Lazari Junior acredita também que a taxa de juros 'só poderá ser reduzida no ano que vem'

Redação IF Publicado em 24.maio.2022 às 07h56
Citi: nova troca cria riscos na estratégia de longo prazo da Petrobras

Banco destaca em relatório uma 'significativa interferência externa' na empresa