Saída do presidente da Petrobras, inflação na Europa, recuperação das criptos

Isabella Carvalho e Victor Vietti falam sobre esses e outros assuntos que podem afetar seus investimentos nesta terça (21)

No Manhã Inteligente desta terça (21), os assuntos são: a saída do presidente da Petrobras, a inflação no bloco europeu e a leve recuperação das criptomoedas. Isabella Carvalho e Victor Vietti falam sobre esses e outros assuntos que podem afetar seus investimentos.

Presidente da Petrobras pede demissão

A Petrobras informou, nesta segunda-feira, que José Mauro Coelho pediu demissão da presidência e do Conselho de Administração da companhia. Coelho havia sido eleito no dia 14 de abril, o terceiro no governo de Jair Bolsonaro.

Em um outro comunicado, a Petrobras informou que o atual diretor-executivo de Exploração e Produção da companhia, Fernando Borges, será o presidente interino até que o substituto de Coelho seja eleito e tome posse do cargo. O provável substituto é Caio Paes de Andrade, secretário de Desburocratização do Ministério da Economia.

Diante da notícia, as ações da companhia operaram em instabilidade, terminando o pregão de ontem em alta de 0,87% para as ações ordinárias e 1,14% para as ações preferenciais.

Banco Central Europeu eleva juros para conter inflação

O Banco Central Europeu deve elevar a taxa de juros da zona do euro nas reuniões do comitê de política monetária de julho e de setembro para conter a inflação do bloco europeu.

A presidente da autoridade, Christine Lagarde, afirmou ontem em um discurso que os elevados custos de energia, falta de oferta e incertezas quanto ao setor industrial prejudicam a economia da União Europeia. Lagarde também não descarta uma alta maior de juros em setembro e nem novas altas nas reuniões seguintes.

A presidente do Banco Central Europeu disse que está otimista em relação ao setor de serviços e espera que ele se fortaleça nos próximos meses com a diminuição das medidas restritivas por conta da pandemia da covid-19 e o aumento do turismo.

Criptomoedas têm leve recuperação

Depois de um final de semana conturbado, as principais criptomoedas voltaram a ser negociadas com ganhos nesta segunda-feira. No sábado, o bitcoin bateu a mínima de US$ 17.760 dólares. Já no domingo, teve uma recuperação e o patamar de US$ 20 mil foi retomado.

Ontem, a criptomoeda foi negociada a US$ 20.832,39 centavos pela manhã com alta de 6,1% nas últimas 24 horas. Mas, analistas não descartam uma nova queda das criptos diante dos ajustes de políticas monetárias pelo mundo e as perspectivas de recessão. Para se ter uma ideia, desde o recorde em valor das criptomoedas em novembro do ano passado, a desvalorização acumulada do ether chega a 76% e a do bitcoin a 70%.

A Inteligência Financeira é um canal jornalístico e este conteúdo não deve ser interpretado como uma recomendação de compra ou venda de investimentos. Antes de investir, verifique seu perfil de investidor, seus objetivos e mantenha-se sempre bem informado.


Você também pode gostar
Manhã Inteligente Publicado em 30.jun.2022 às 12h06
PIB dos Estados Unidos, investimentos em debêntures, golpes financeiros

Isabella Carvalho e Ítalo Martinelli comentam esses e outros assuntos que podem afetar seu bolso nesta quinta (30)

Redação IF Atualizado em 30.jun.2022 às 10h53
Inflação com consumo nos EUA sobe 0,6% em maio; ativos domésticos são pressionados pelo cenário mais adverso no exterior

O Ibovespa tem forte queda enquanto o dólar opera em alta ante o real no início desta quinta-feira

Redação IF Publicado em 30.jun.2022 às 10h21