Queda do Ibovespa, defasagem dos preços dos combustíveis, alta de Mercado Livre e Petrobras

Isabella Carvalho e Victor Vietti falam sobre a queda generalizada da Ibovespa, da defasagem dos preços dos combustíveis e do bom desempenho de Mercado Livre e Petrobras

No Manhã Inteligente desta sexta (6), Isabella Carvalho e Victor Vietti falam da queda generalizada do Ibovespa, da defasagem nos preços dos combustíveis no Brasil em relação ao mercado internacional e o bom desempenho do Mercado Livre e da Petrobrás.

Queda do Ibovespa

Parece que a bruxa está solta pelos mercados após a “super quarta” dessa semana. Depois da divulgação das decisões de juros no Brasil e nos Estados Unidos, quase todos os ativos que compõem o Ibovespa operaram em queda ontem. Apenas Suzano e Klabin escaparam.

Por aqui, varejo e tecnologia foram setores que sofreram bastante. As ações do Magazine Luiza caíram 11%, permanecendo entre as maiores quedas do dia. A Via e Americanas também sofreram desvalorização, com as ações caindo 5,96% e 8,17%. Já a Totvs puxou a queda do principal índice da bolsa, com uma desvalorização de 11,72%.

Defasagem dos preços dos combustíveis

A alta do diesel e a valorização do dólar nas últimas semanas aumentaram as preocupações com a defasagem nos preços dos combustíveis praticados pela Petrobras. A estatal está há quase dois meses sem reajustar o diesel e a gasolina no Brasil, o que inibe a importação por outros agentes do mercado, e traz novamente à mesa a discussão sobre riscos de desabastecimento. Segundo um relatório divulgado pela Associação Brasileira dos Importadores de Combustível nesta quarta, a gasolina já acumula defasagem de 12% e o diesel de 24%.

Bons resultados de Petrobras e Mercado Livre

A Petrobras terminou o primeiro trimestre deste ano com lucro líquido de R$ 44,56 bilhões, um crescimento de 38 vezes em comparação com o lucro de R$ 1,17 bilhão apurado no mesmo intervalo do ano anterior. O resultado veio acima do projetado pelo mercado, que previa um lucro de R$ 37,16 bilhões.

Outra empresa que surpreendeu foi o Mercado Livre. As ações da companhia subiram 8% no pós mercado da Nasdaq depois da empresa apresentar crescimento acima das expectativas no primeiro trimestre de 2022. A receita chegou a US$ 2,2 bilhões nos três primeiros meses de 2022, um valor que superou a expectativa média dos analistas, de US$ 2 bilhões.


Você também pode gostar
Anne Dias Publicado em 20.maio.2022 às 11h12
Redação IF Publicado em 20.maio.2022 às 11h04
Dólar cai até R$ 4,89 e juros futuros oscilam perto da estabilidade

Moeda americana se desvaloriza em todo o mundo nesta manhã

Redação IF Publicado em 20.maio.2022 às 11h01
Bolsas de NY apontam para recuperação na sessão desta sexta

Mercado americano vem de dois pregões seguidos de queda

Manhã Inteligente Publicado em 20.maio.2022 às 10h40
ETFs de renda fixa, privatização da Eletrobras, queda de lucro de empresas

Isabella Carvalho e Caio Camargo falam sobre esses e outros assuntos que podem afetar seus investimentos nesta sexta (20)

Redação IF Publicado em 20.maio.2022 às 09h28
Rio ou São Paulo: onde o aluguel é mais barato?

Se for para investir, cuidado. Até a poupança tem rentabilidade melhor do que a locação

Redação IF Publicado em 20.maio.2022 às 08h16
Bolsas asiáticas fecham em alta após China cortar taxa de juros

Mesmo assim, os investidores seguem atentos à perspectiva de aumento dos juros nos EUA

Redação IF Publicado em 20.maio.2022 às 08h09
Fundos de ações de Petrobras e Vale renderam até 25 vezes mais que o FGTS desde o lançamento

Trabalhador poderá usar dinheiro do fundo de garantia para comprar ações da Eletrobras