Processo contra Vale nos EUA, novo país adota bitcoin, aumentos no varejo

Isabella Carvalho e Victor Vietti comentam o processo contra a Vale nos EUA pela tragédia de Brumadinho, aumentos no varejo e bitcoin na República Centro-Africana

No Manhã Inteligente desta sexta (29), Isabella Carvalho e Victor Vietti comentam os seguintes assuntos: o processo que a Vale vai responder nos EUA pela tragédia de Brumadinho, novo país adota bitcoin como moeda oficial e uma nova onda de aumentos em produtos no varejo. Saiba mais sobre essas e outras notícias que podem afetar seus investimentos no dia de hoje.

Vale responde a processo por Brumadinho nos EUA

O órgão regulador do mercado de capitais americano, a SEC, está processando a Vale. O processo acontece por práticas de segurança da empresa envolvendo a tragédia de Brumadinho, em Minas Gerais, em 2019. A SEC diz que pelas leis americanas, as empresas de capital aberto devem divulgar fatos e riscos que são importantes para as decisões de investimento.

Por isso, eles acreditam que a Vale teria enganado os investidores por vários anos sobre os riscos da barragem que se rompeu em Brumadinho. Em nota ao mercado, a mineradora reiterou que segue comprometida “na remediação e a reparação dos danos causados pelo evento.” Analistas do mercado acreditam que a mineradora tem bons pontos de argumentação para responder às alegações da SEC.

República Centro-Africana adota bitcoin como moeda oficial

A República Centro-Africana seguiu El Salvador e se tornou o segundo país do mundo a adotar a criptomoeda como moeda oficial. O Bitcoin será considerado moeda legal ao lado do franco CFA regional da África Central. A medida, segundo autoridades do país, representa um passo decisivo para abrir novas oportunidades, porém intrigou bastante o mercado.

A pais africano é rico em diamantes, ouro e outros minerais valiosos, mas é classificada como um dos países mais pobres e menos desenvolvidos do mundo. O acesso à internet e, até mesmo à eletricidade, é muito precário por lá.

Reajustes na indústria e varejo

Parece que teremos uma nova onda de reajustes de preços na indústria e no varejo. De acordo com apurações feitas pelo jornal Valor Econômico, algumas fabricantes relataram a investidores a necessidade de correções nas tabelas ao comércio, e varejistas já receberam sondagens da indústria para aumentos entre abril e maio.

Ou seja, a gente pode se preparar para um aumento de preços em alguns produtos. De acordo com o Valor, esse cenário de novas pressões está mais evidente em produtos de linha branca, como refrigeradores e lavadoras, e alguns alimentos e bebidas de alta demanda. Isso deve acontecer por conta da alta do dólar nos últimos dias, que eleva preço de insumos cotados na moeda americana e reforça a preocupação do setor.

Tudo indica que as altas dos preços vieram para ficar, e por um bom tempo. Então, manter seus gastos organizados, e sua carteira de investimentos bem alinhadas com este momento, é fundamental.


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 17.maio.2022 às 15h36
Muitos investidores de criptomoedas não sabem o que estão comprando, diz dirigente do BoE

Jon Cunliffe, do banco central britânico, intensificou o pedido para que as autoridades regulem os criptoativos

2 min
Valor Econômico Atualizado em 17.maio.2022 às 11h58
Fundador da stablecoin Terra anuncia plano de resgate

O ponto crucial do plano envolve pegar o código existente e recomeçar com uma versão atualizada do token, que vive derrocada após perder paridade com o dólar

3 min
Valor Econômico Atualizado em 16.maio.2022 às 20h10
Magazine Luiza reverte lucro e tem prejuízo de R$ 161,3 milhões no primeiro trimestre

Rede afirma que o resultado reflete o aumento de despesas financeiras no período

2 min
Valor Econômico Atualizado em 15.maio.2022 às 07h37
Caso Terra aumenta preocupação de reguladores com ‘stablecoins’

Episódio ampliou temor com o risco de contágio entre setor, que movimenta de US$ 180 bi, e mercados tradicionais

4 min
Valor Econômico Publicado em 12.maio.2022 às 15h06
Fortunas dos bilionários das criptomoedas são destruídas em semanas

Movimento segue uma liquidação que começou com ações de tecnologia se espalhando pelo dinheiro digital

4 min