O que são dividendos? Quando o investidor recebe essa remuneração?

Dividendo é o lucro de uma empresa dividido entre os acionistas. Saiba mais sobre eles e quais empresas pagam essa remuneração

Se tem uma coisa que todo mundo gosta, é quando cai um dinheiro extra na conta. Para quem investe em ações, isso acontece com certa frequência quando a empresa resolve partilhar seus dividendos.

Dividendo nada mais é do que o lucro de uma empresa dividido entre seus acionistas. A existência dos dividendos é umas das maiores vantagens para se investir em ações, pois você não precisa se desfazer dos seus papeis pra ganhar dinheiro. E quer mais? Dividendo é isento de imposto de renda. Companhias elétricas, bancos e empresas de serviços essenciais pagam dividendos regularmente.

Sabe o que esses tipos de empresas tem em comum? Elas têm pouco investimento e um caixa mais polpudo, com boa margem financeira em um setor concentrado e previsível. Daí, repartem uma boa fatia de seus lucros, pois como não tendem a crescer exponencialmente, a distribuição de dividendos é uma forma de atrair investidores. 

Até por isso, tem investidor que não vê dividendo como uma coisa boa, justamente porque os dividendos sinalizam que a empresa não vai mais investir nela mesma, portanto, não deve crescer tanto mais. Mas são os dois lados da mesma moeda.

Embora os dividendos sejam uma forma de atrair mais acionistas, eles não vão cair na sua conta como um salário. Os diretores das empresas têm discussões sobre se haverá pagamento, qual a quantia a ser paga, quando isso vai acontecer e quais acionistas receberão. A média é ter pagamento de uma, duas ou até três vezes por ano.

O anúncio de distribuição de dividendos geralmente acompanha a divulgação do resultado operacional do negócio no trimestre. No comunicado, está descrito quando será efetuado o pagamento e quais acionistas terão direito ao recebimento, além de qual será o valor pago por ação.

Saiba mais sobre os dividendos no vídeo do Glossário IF!


Você também pode gostar
Redação IF Atualizado em 17.maio.2022 às 19h14
NY: Empresas de tecnologia recuperam perdas; ações de aéreas americanas fecham em alta

Dados positivos de vendas no varejo nos EUA e sinais de reabertura na China alimentam otimismo

2 min
Redação IF Publicado em 17.maio.2022 às 15h48
Ação da Hapvida despenca 16% e lidera perdas do Ibovespa

Itaú BBA tem recomendação "outperform" para o papel, com preço-alvo de R$ 17 para o fim de 2022

2 min
Redação IF Publicado em 17.maio.2022 às 14h22
Nubank: analistas veem resultados positivos, mas inadimplência gera cautela

Desde o IPO, em 8 de dezembro, quando foi precificado a US$ 9, o papel do banco digital acumula queda de 50,2%

4 min
Redação IF Publicado em 17.maio.2022 às 11h27
Ibovespa opera em alta e busca retomar marca de 110 mil pontos

Bolsa busca quinto dia de ganhos, em meio ao alívio no exterior

4 min
Valor Econômico Publicado em 17.maio.2022 às 07h47
Maior parte das ações na Bolsa acumula queda desde início de 2021

Das 100 ações do IBrX, 64 têm perda no período

6 min