Lockdowns na China, economia global desacelera, temporada de balanços

Isabella Carvalho e Victor Vietti falam sobre os impactos dos lockdowns da China pelo mundo, a divulgação de balanços e a desaceleração da economia global

No Manhã Inteligente desta terça (19), Isabella Carvalho e Victor Vietti falam sobre os assuntos que podem afetar seus investimentos. Os assuntos do programa de hoje são: a desaceleração da economia global, as complicações decorrentes dos lockdowns na China, e o começo das divulgações dos balanços de empresas internacionais.

FMI constata desaceleração da economia mundial

O Fundo Monetário Internacional constatou que haverá uma desaceleração da economia global nos próximos anos por conta do endividamento recorde de empresas e da população depois do impacto da crise causada pela pandemia do coronavírus. Ao projetar a média para os próximos três anos, o fundo afirma que países de economia desenvolvida podem perder 0,9% do produto, enquanto economias emergentes devem desacelerar ainda mais, com média de 1,3%. As informações foram divulgadas no relatório de acompanhamento econômico global do FMI.

O fundo destaca que é importante avaliar com atenção as condições de cada país. Naqueles com aumento no endividamento entre famílias de baixa renda, por exemplo, o obstáculo para um crescimento futuro pode ser ainda maior.

Lockdowns na China têm impacto no mundo

Lockdowns na China começam a afetar o transporte marítimo em todo o mundo. Cerca de 200 milhões de pessoas e mais de 20 cidades chinesas estão sob lockdown total ou parcial, com suas entradas e saídas rodoviárias bloqueadas total ou parcialmente.

Segundo o Centro Nacional de Navegação Transatlântica, alguns fatores têm gerado gargalos na logística interna e atrasos no transporte marítimo, como o bloqueio das rodoviárias e a rigorosa testagem realizada na população e nos trabalhadores, incluindo os motoristas de caminhão. Isso tem causado um acúmulo de mercadorias nos armazéns e instalações portuárias.

Grandes empresas internacionais divulgam balanços

A divulgação de balanços de empresas referentes ao primeiro trimestre deste ano no mercado internacional começa a acelerar nesta semana, depois dos números de bancos americanos inaugurarem a temporada na semana passada. Netflix, Johnson & Johnson, Heineken, Danone e Tesla são alguns dos nomes que divulgam seus balanços nos próximos dias.


Você também pode gostar
Valor Econômico Publicado em 18.maio.2022 às 12h14
Entenda o que o governo faz com o lucro da Petrobras

Estatal destaca que o pagamento de dividendos é obrigatório em caso de lucro para qualquer empresa de capital aberto