Estratégia de investimento: comprar e segurar

A regra aqui é o longo prazo, sem se preocupar tanto com a volatilidade, que sempre vai existir, mas principalmente acompanhar o desempenho das empresas que você tem ações

Comprar e segurar, você sabe o que significa? Warren Buffett, o maior investidor da história, saiu do zero para conquistar seus bilhões de dólares usando, como uma das suas principais técnicas, o buy and hold, ou comprar e segurar.

Basicamente, ele usa três táticas simples que você também pode colocar em prática: comprar ações na baixa, mas que paguem bons dividendos mesmo quando o cenário não está favorável, acompanhar o desempenho dos ativos no mercado para corrigir alguma rota necessária e segurar os papéis até o momento certo, que você vai saber qual é.

A regra aqui é o longo prazo, sem se preocupar tanto com a volatilidade, que sempre vai existir, mas principalmente acompanhar o desempenho das empresas que você tem ações, e conhecer seus fundamentos. Sim, mesmo que você comece praticamente do zero, pode acumular uma grana muito legal estudando o mercado, comprando e mantendo os ativos certos.

É claro que, como a gente sempre fala por aqui, no mundo dos investimentos nada é garantido, mas aprender as técnicas dos mestres não tem preço, concorda? Então bora aprender e turbinar sua performance na renda variável!

Veja mais conteúdos sobre investimentos publicados aqui na Inteligência Financeira!

Investimento vinculado ao IPCA vale a pena?

Não tem como fugir, a alta dos preços não sai das manchetes e da cabeça dos investidores. Esse aumento da inflação tem criado espaço para renda fixa  brilhar e sua ascensão é a história deste Papo de Finanças. A renda variável costuma ser a menina dos olhos de quem gosta de buscar uma maior rentabilidade, mas tem momento para todo mundo aparecer e Nina Silva conta por que tem sido a hora da renda fixa.

Por que a renda fixa é um investimento seguro?

Aposto que você já ouviu dizer que a renda fixa é um investimento seguro. Mas, por que ele é seguro?Um dos principais motivos é a existência do Fundo Garantidor de Créditos, uma instituição que protege o dinheiro dos investidores e o sistema financeiro brasileiro. Saiba mais no Me Explica na IF!


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 19.maio.2022 às 11h27
Ibovespa sobe com ajuda de Vale e siderúrgicas

Mercado acionário doméstico resiste a nova abertura negativa em NY

Redação IF Publicado em 19.maio.2022 às 10h53
Como o trabalhador poderá usar o FGTS para comprar ações da Eletrobras

Tipo de investimento já foi feito anteriormente em vendas de ações da Petrobras e da Vale

Manhã Inteligente Publicado em 19.maio.2022 às 10h26
Guerra na Ucrânia, queda das ações da Amazon, Madonna e NFTs

Isabella Carvalho e Ítalo Martinelli falam sobre os assuntos que podem afetar seus investimentos nesta quinta (19)

Redação IF Atualizado em 19.maio.2022 às 09h39
Bolsas europeias caem mais de 2% e futuros de NY sinalizam continuidade das perdas

Clima de cautela prevalece nos negócios em meio às preocupações com o impacto da inflação elevada no crescimento econômico global

Valor Econômico Atualizado em 19.maio.2022 às 08h39
Cenário global desperta interesse por Brasil, diz executivo da bolsa de Nova York

Chefe de mercados internacionais da bolsa de Nova York aponta que ADRs brasileiros são um dos ativos mais líquidos no mercado americano atualmente

Valor Econômico Publicado em 19.maio.2022 às 06h12
Grandes investidores ampliam dinheiro em caixa para maior patamar desde atentados de 11 de setembro

Preferência por dinheiro vivo coincide com enfraquecimento significativo das expectativas quanto aos lucros das empresas

Valor Econômico Publicado em 19.maio.2022 às 06h03
Nos EUA, esta pode ser uma década perdida para ações

Aumento de custos e aperto monetário devem pressionar margens de empresas dos EUA