Divulgação de índices, Elon Musk e Twitter, inflação no Brasil

O Manhã Inteligente desta segunda (18), fala sobre a divulgação de importantes índices, sobre Elon Musk e o Twitter e a inflação no Brasil

O Manhã Inteligente desta segunda (18), fala sobre a divulgação de importantes índices, sobre Elon Musk e o Twitter e a inflação no Brasil. Isabella Carvalho e Victor Vietti comentam esses e outros assuntos importantes para seus investimentos.

Divulgação de índices movimenta o mercado

Investidores estão de olho na divulgação dos índices de gerentes de compras, os chamados PMIs, e números de inflação nos Estados Unidos e na Europa.

O Federal Reserve, banco central americano, divulga nesta quinta o Livro Bege, um relatório muito esperado pelo mercado, que fala sobre a situação da economia americana. O livro é considerado uma espécie de antecipação de reuniões importantes do Fed. Lembrando que o país vive um processo de aumento de juros em meio à forte alta da inflação.

Continua novela entre Twitter e Elon Musk

O bilionário, que agora é o maior acionista da empresa, fez na semana passada uma oferta para comprar a rede social por US$ 43 bilhões. Em resposta, o Twitter adotou a chamada “pílula de veneno”, para limitar a capacidade de Elon Musk de ampliar sua fatia na rede social.

A pílula de veneno determina que investidores possam adquirir um limite máximo de ações de uma empresa, o que dificulta o processo de aquisição forçada.

Acontece que toda essa história tem afetado não só as ações do Twitter, mas também as ações da Tesla, que têm registrado fortes oscilações. Só na quinta-feira, os papéis caíram 3,7% e a empresa de carros elétricos perdeu US$ 38,6 bilhões em valor de mercado. Os investidores da Tesla estão preocupados com o desenrolar dessa história e o quanto ela ocupará das atenções de Musk.

Governo diz que vai revogar fim da emergência sanitária da pandemia

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou ontem que o governo revogará a portaria em que declarou Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional por conta da pandemia de coronavírus. Queiroga atribuiu a medida ‘à melhora do cenário da Covid-19, à ampla cobertura vacinal da população e à capacidade de assistência do SUS.

A decisão deve alterar parte das medidas implementadas para o controle da pandemia da Covid-19, como o uso de máscaras, a compra de remédios e a vacinação.


Você também pode gostar
Redação IF Atualizado em 17.maio.2022 às 20h10
Deputados do PT apelam ao STF para barrar privatização da Eletrobras no TCU

Parlamentares do PT entraram com pedido de liminar no STF para suspender o julgamento da privatização da estatal

JOTA Atualizado em 17.maio.2022 às 18h52
Análise: Em campanha por ‘super bancadas’, centrão rejeita ataques de Bolsonaro às urnas

Lideranças temem prejuízo eleitoral, mas QG político associa estridência à cobrança por mudanças na Petrobras

Valor Econômico Publicado em 17.maio.2022 às 12h07
Setor de tecnologia faz ajustes nos EUA

Austeridade decorre da venda de ações por investidores aflitos pela taxa de juros e desaceleração

Manhã Inteligente Publicado em 17.maio.2022 às 11h57
Banco Central e Selic, abertura de capital, novela Musk e Twitter

Isabella Carvalho e Victor Vietti falam sobre os principais assuntos que podem afetar seus investimentos nesta terça (17)

Redação IF Publicado em 17.maio.2022 às 11h22
Governo mexe na tabela do frete para conter insatisfação de caminhoneiros

Presidente editou medida provisória reduzindo de 10% para 5% o gatilho que permite revisão da tabela