Renda variável: como encontrar boas oportunidades em meio à turbulência

Anne Dias, editora da IF, conversa com Sandra Blanco, estrategista-chefe da Órama Investimentos. Ela explica como escolher bons ativos e o que fazer quando eles entram em queda

Em 2020, a Selic, a taxa básica dos juros, teve o menor valor da história, 2% ao ano. Por isso, os investimentos em renda fixa como CDBs, Tesouro Direto e poupança, ficaram bem menos atrativos. Muita gente começou a se arriscar na renda variável.

Não à toa, milhões de brasileiras e brasileiros foram à Bolsa de Valores em busca de melhores retornos. Porém, a situação agora é diferente. O avanço da inflação fez o Banco Central voltar a elevar a Selic. As incertezas políticas e econômicas também têm provocado quedas importantes na Bolsa de Valores.

Em meio a essa turbulência, é possível encontrar boas oportunidades em renda variável? É isso o que vamos descobrir com nossa entrevistada. Anne Dias, editora da Inteligência Financeira, conversa com Sandra Blanco, estrategista-chefe da Órama Investimentos. Ela criou o clube de investimentos Mulher Investe e escreveu os livros “A bolsa para mulheres” e “Mulher inteligente valoriza o dinheiro”.

Anne conversou com Sandra em outro vídeo da Inteligência Financeira sobre renda fixa: assista aqui.

Como escolher bons ativos de renda variável?

Segundo Blanco, é preciso olhar a empresa para saber se ela “tem bons produtos e serviços no mercado, se tem bons lucros, como performou em momentos de crise, se tem uma gestão de excelência”. “Hoje em dia, a gente também olha se ela tem cuidado com fatores ESG, com o ambiente, o social e a governança corporativa”, acrescenta.

E quando um ativo está em queda, o que o investidor pode fazer? Há um prazo de tolerância? Para Sandra Blanco, na renda variável, o horizonte de tempo é curto, por isso é preciso estar atento a momentos de incerteza ou crise. É importante ter informações a respeito da solidez geral da empresa. “Se você esta em um fundo de ações, eu diria que seis meses é um prazo para começar a pensar numa mudança”, diz. “Os resultados levam tempo para aparecer”, afirma Blanco.

Veja a Entrevista da Semana com Sandra Blanco e saiba mais!


Você também pode gostar

Leonardo Guimarães

Atualizado em 07.dez.2021 às 19h52

O que não fazer com seus investimentos em 2022

Elaboramos dicas essenciais para 2022, que será um ano desafiador e vai exigir preparo dos investidores

Redação IF

Atualizado em 07.dez.2021 às 12h04

Poupança deve voltar a ter rendimento pela regra antiga após reunião do Copom; entenda como funciona e onde investir

Com uma Selic acima de 8,5% ao ano, poupança passará a ter retorno fixo de 0,5% ao mês + TR, ou 6,17% ao ano. Mesmo rendendo mais, aplicação segue perdendo para a inflação

Redação IF

Publicado em 06.dez.2021 às 16h17

Saques na poupança superam depósitos em R$ 12,3 bilhões em novembro

Foi o quarto mês seguido com saída líquida de recursos da modalidade de investimento

Valor Econômico

Atualizado em 06.dez.2021 às 08h07

Poupador não se anima com Tesouro Prefixado

Segundo o Tesouro Nacional, esses foram os papéis que menos venderam nos últimos meses

Isabella Carvalho

Publicado em 03.dez.2021 às 17h13

Cinco dicas para escolher um fundo de investimento

Só durante a pandemia foram lançados 3.201 fundos. Com tantas opções no mercado, você deve analisar alguns pontos para fazer a melhor seleção

Anne Dias

Atualizado em 03.dez.2021 às 18h39

“Meu erro é não parar para estudar mais sobre o que fazer com o dinheiro”

O filósofo Magnus Cesar Bouchardet tem uma paixão: a bicicleta. E um problema: a má organização das finanças

Leonardo Guimarães

Atualizado em 06.dez.2021 às 10h24

Queda de 0,1% do PIB pode mudar a trajetória da Selic e, radicalmente, a dos seus investimentos

Desaceleração do PIB no terceiro trimestre pode parecer pequena, mas o fraco desempenho da economia afeta o seu bolso

Valor Econômico

Atualizado em 03.dez.2021 às 07h41

Com loja parada, ação de grandes redes cai

Expectativas começam a ser reduzidas e investidor vem “precificando” um mês de dezembro difícil