Investimentos: qual a influência do tempo nas suas aplicações?

Nesse episódio do Papo de Finanças, Nina Silva e Maju Marques conversam sobre como o tempo, a rentabilidade, o risco e a liquidez têm relação direta com as suas aplicações

Neste episódio do Papo de Finanças, Nina Silva conversa com Maju sobre a necessidade de dar tempo aos seus investimentos.

O grande segredo para ganhar com investimentos é tempo, ou seja, paciência. É importante ser paciente para entender como investir, quanto tempo deixar, em qual ativo, e assim, fazer essa conta fechar positiva.

Os acontecimentos do mundo também influenciam nos investimentos. Estamos vendo nos últimos tempos, por exemplo, que as ações do governo Bolsonaro estão deixando os investidores muito inseguros. Nossa bolsa está se esfarelando, a moeda desvalorizando. Isso tudo tem impacto direto nos investimentos.

Um exemplo que acabou de acontecer foi o governo começar a abordar a privatização da Petrobrás. Com as especulações, as ações valorizaram e algumas pessoas queriam comprar, outras começaram a entender qual seria o momento certo para vender. O conselho é: dê tempo ao tempo! Ainda não é certeza que a privatização vai acontecer, ao menos não agora, então vamos assistir os próximos capítulos.

Temos de entender nossas prioridades e apostar nas escolhas que mais “casam” com o que queremos. Por exemplo, se você tem muito tempo para deixar o dinheiro investido e não vai precisar gastar agora, pode deixar quietinho em um investimento de menor risco. Se está com pressa e quer lucro para ontem, vai ter que apostar em altos riscos.

Liquidez é a facilidade e velocidade em que um ativo pode ser convertido em dinheiro novamente. E rentabilidade é a taxa de retorno, como se fosse um medidor de quanto sucesso cada investimento tem. Não dá para encontrar um investimento perfeito com alta liquidez, pouco risco, ótima rentabilidade e tudo em pouco tempo. Então, o negócio é elencar de qual deles você está disposto a abrir mão.

Quer saber mais sobre quais investimentos demandam tempo? Veja o Papo de Finanças.


Você também pode gostar
Redação IF Atualizado em 17.maio.2022 às 20h10
Deputados do PT apelam ao STF para barrar privatização da Eletrobras no TCU

Parlamentares do PT entraram com pedido de liminar no STF para suspender o julgamento da privatização da estatal

JOTA Atualizado em 17.maio.2022 às 18h52
Análise: Em campanha por ‘super bancadas’, centrão rejeita ataques de Bolsonaro às urnas

Lideranças temem prejuízo eleitoral, mas QG político associa estridência à cobrança por mudanças na Petrobras

Redação IF Atualizado em 17.maio.2022 às 19h14
NY: Empresas de tecnologia recuperam perdas; ações de aéreas americanas fecham em alta

Dados positivos de vendas no varejo nos EUA e sinais de reabertura na China alimentam otimismo

Redação IF Publicado em 17.maio.2022 às 17h32
Dólar fecha em queda de 2,14%, a R$ 4,9419, com exterior positivo

A redução das medidas de restrição na China favoreceu a das commodities e beneficiou moedas de países exportadores

1 min
Glossário IF Publicado em 17.maio.2022 às 17h05
O que são e o que fazem os bancos múltiplos?

Esses bancos dão conta de várias tarefas ao mesmo tempo e têm diversas categorias. Saiba mais no Glossário IF

Redação IF Publicado em 17.maio.2022 às 15h48
Ação da Hapvida despenca 16% e lidera perdas do Ibovespa

Itaú BBA tem recomendação "outperform" para o papel, com preço-alvo de R$ 17 para o fim de 2022