Bolsonaro reafirma desejo por CPI da Petrobras e ameaça: ‘Vamos para dentro’

Presidente ironizou que valor da empresa deverá cair mais R$ 30 bilhões com instalação da comissão

Presidente Jair Bolsonaro (Foto: Alan Santos/PR)

O presidente Jair Bolsonaro afirmou neste sábado que conversou com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e com o líder do governo, Ricardo Barros (PP-PR) sobre a abertura de uma CPI para investigar a Petrobras. O presidente e seus aliados aumentaram de vez os ataques à empresa desde sexta-feira, quando a estatal anunciou um novo aumento do diesel e da gasolina.

“Conversei com o líder do governo e com o presidente da Câmara para a gente abrir uma CPI na segunda-feira. Vamos para dentro da Petrobras. É inadmissível em uma crise mundial ,a Petrobras se gabar dos lucros que tem. Só no primeiro trimestre foram 44 bilhões de lucro, nunca vistos na história”, afirmou Bolsonaro durante um discurso em um culto evangélico em Manaus.

Já na quinta-feira, durante transmissão em suas redes sociais, o presidente disse que um novo reajuste seria considerado um “ataque com interesse político” por parte da Petrobras. Após as primeiras informações sobre a decisão da diretoria da empresa de reajustar o valor cobrado pelo diesel e a gasolina nas refinarias, aliados do presidente também começaram a criticar a política da empresa, principalmente o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira.

Na sexta-feira, Bolsonaro defendeu a instalação da CPI. “Entendo que uma CPI, ela investigando o presidente ou diretores e o pessoal dos conselhos, nós vamos botar um ponto final nisso”, disse. “O ponto mais importante é trocar o presidente e os diretores da Petrobras. Esperamos poder fazer isso nos próximos dias.”

A fala de Bolsonaro na sexta, em entrevista à rádio 96 FM de Natal, veio horas após a companhia anunciar um novo reajuste nos preços dos combustíveis. O presidente está pressionado e com a popularidade afetada no momento em que a inflação corrói o poder aquisitivo da população no ano em que ele tenta se reeleger.

Ele afirmou ainda que o conselho da Petrobras está “boicotando” o ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, ao não se reunir para concretizar a troca do presidente da companhia.

Em 23 de maio, ele indicou Caio Mário Paes de Andrade, secretário de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, para o posto. Mas a indicação precisa do aval do conselho. Ferreira Coelho havia assumido a companhia em abril, também após pressões de Bolsonaro com relação à alta dos combustíveis.

Na entrevista, Bolsonaro classificou o novo reajuste como uma “traição ao povo brasileiro”. E criticou a margem de lucro da empresa, que segundo ele é bem maior do que as demais petrolíferas do mundo.

“O presidente da Petrobras, seus diretores e seu conselho traíram o povo brasileiro. O lucro da Petrobras é uma coisa que ninguém consegue entender. Ela lucra seis vezes mais do que a média das petrolíferas do mundo”, disse. “As petroleiras fora do Brasil reduziram sua margem de lucro, continuam tendo lucro, para exatamente atender à sua população no momento de crise, porque isso tudo é fruto de uma guerra longe do Brasil.”

Segundo Bolsonaro, é possível reduzir a margem de lucro da Petrobras “porque está escrito na lei das estatais que ela tem que ter um fim social”.

“Conversei agora há pouco, há poucos minutos, com Arthur Lira. Ele está neste momento se reunindo com líderes partidários. E a ideia nossa é propor uma CPI para investigarmos presidente da Petrobras, seus diretores e também os seus conselhos administrativos e fiscal”, disse. “Nós queremos saber se há algo errado nessa conduta deles. Porque é inconcebível se conceder um reajuste com o combustível lá em cima e com os lucros exorbitantes que a Petrobras está tendo.”

O presidente disse ter dado carta branca a Sachsida “para mexer no que está abaixo dele”, referindo-se ao comando da Petrobras.

“Ele [Sachsida] está há 30 dias tentando trocar o presidente da Petrobras e o conselho. O conselho não se reúne para dar o sinal verde para ele. Ou seja, estão boicotando o ministro das Minas e Energia”, disse. “Porque, com a troca, nós podemos botar gente mais competente lá dentro para poder entender o fim social da empresa e não conceder esse reajuste, que destrói a economia brasileira, leva inflação para a população, leva perda de poder aquisitivo para toda a população que já vive uma situação bastante crítica.”

Nesta sexta-feira, a Petrobras anunciou um reajuste de 5,18% no preço da gasolina e de 14,26% no valor do diesel.

Para Bolsonaro, “a CPI é o caminho, colocar a nu todos aqueles que comandam esse processo irracional de aumento de preços no Brasil”.

Com conteúdo VALOR PRO, o serviço de informação em tempo real do Valor Econômico


Você também pode gostar
Manhã Inteligente Publicado em 30.jun.2022 às 12h06
PIB dos Estados Unidos, investimentos em debêntures, golpes financeiros

Isabella Carvalho e Ítalo Martinelli comentam esses e outros assuntos que podem afetar seu bolso nesta quinta (30)

Redação IF Atualizado em 30.jun.2022 às 10h53
Inflação com consumo nos EUA sobe 0,6% em maio; ativos domésticos são pressionados pelo cenário mais adverso no exterior

O Ibovespa tem forte queda enquanto o dólar opera em alta ante o real no início desta quinta-feira