Bens do ‘Faraó dos Bitcoins’ apreendidos pela PF não deverão ser usados para pagar credores

Por entender que criptmoedas, imóveis, veículos e joias são de origem ilícita, juíza deverá mandar que valores passem para a União

Glaidson Acácio dos Santos, dono da GAS Consultoria Bitcoin Foto: Reprodução/TV Globo

Os bens apreendidos pela Operação Kriptos, em agosto do ano passado, por ordem da Justiça Federal, dificilmente serão transferidos para a Justiça estadual para o ressarcimento dos credores da GAS Consultoria e Tecnologia, empresa de Glaidson Acácio dos Santos, o “Faraó dos Bitcoins”. Por entender que os valores — R$ 400 milhões em criptomoedas, além de imóveis, veículos e joias — são de origem ilícita, a juíza do caso, Rosália Figueira, titular da 3ª Vara Federal Criminal do Rio, considera mais provável a hipótese de perdimento dos bens em favor da União. As informações são do site do jornal O Globo.

A magistrada argumenta, junto a interlocutores, que a fase ostensiva da operação, há dez meses, não encerrou as investigações sobre o esquema de pirâmide financeira, disfarçado em investimentos com criptomoedas, liderado por Glaidson e Mirelis Zerpa, sua mulher, que se encontra foragida. Como parte dos bens apreendidos não tem origem comprovada, os investigadores da Polícia Federal não descartam a suspeita de que pertençam a quadrilhas de milicianos e de traficantes de drogas.

Em paralelo à ação penal da 3ª Vara, tramita na Justiça estadual uma ação preparatória para a recuperação judicial do grupo de Glaidson. O advogado Sergio Zveiter, administrador judicial nomeado pela juíza da causa, Maria da Penha Nobre Mauro, da 5ª Vara Empresarial da Capital, desaconselhou um eventual pedido de transferência de bens enquanto não forem dirimidas as dúvidas sobre a origem dos bens apreendidos.

Zveiter espera que os advogados de Glaidson apresentem outros recursos, ainda desconhecidos pelas autoridades, para o ressarcimento dos 67 mil clientes da GAS — este contingente, segundo a investigação, pode chegar a 200 mil credores. Em ofício enviado aos advogados de Glaidson, o administrador lembrou que a defesa da GAS tem até o dia 30 para apresentar a relação oficial dos credores, o valor total da dívida e os recursos disponíveis para pagá-los, entre outras exigências.

O advogado de Glaidson, David Figueiredo, disse que o cliente pretende apresentar na recuperação outros ativos que não estão da Kriptos. Figueiredo alegou que Glaidson, preso desde agosto do ano passado, “sempre quis pagar as obrigações com os credores, mas foi impedido pela Justiça Federal)”. O advogado, porém, não deu detalhes sobre a origem dos bens a serem oferecidos e nem o seu montante.

Com conteúdo do jornal digital O Globo


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 01.jul.2022 às 18h00
Ibovespa tem sessão de alta liderada por Petrobras e sobe 0,29% na semana

Entre as baixas, se destacaram empresas do setor de minério de ferro devido à preocupação com a retomada da China

Papo de Finanças Atualizado em 02.jul.2022 às 08h21
Como as eleições interferem nos seus investimentos?

De alguma maneira, seu bolso será afetado pelas eleições do fim do ano. O que pode acontecer? Nina Silva explica

Redação IF Publicado em 01.jul.2022 às 15h23
Track&Field anuncia programa de recompra de ações; conheça a estratégia

Muitos motivos levam uma empresa a realizar uma OPA, e você pode ganhar dinheiro com isso

Redação IF Atualizado em 01.jul.2022 às 18h17
União Europeia chega a acordo histórico para regular critpoativos. ‘É o fim do Velho Oeste digital’, diz parlamentar

NFT com preço fixo, como ingressos para eventos ou itens em games, não serão regulados. Provedores deverão divulgar impacto ambiental dos ativos digitais

Redação IF Atualizado em 01.jul.2022 às 15h13
Dólar dispara e supera R$ 5,33 com temores de recessão global no radar

Mercado também repercute aprovação de PEC que libera gasto bilionário às vésperas das eleições

Redação IF Publicado em 01.jul.2022 às 10h21
Criptomoedas iniciam julho no vermelho com bitcoin abaixo de US$ 20 mil

Bitcoin teve sua pior perda trimestral em mais de uma década

Redação IF Publicado em 01.jul.2022 às 08h43
Valor Econômico Publicado em 01.jul.2022 às 08h34
Cenário de recessão pode piorar mercado acionário nos EUA, alerta pesquisador

Noriel Roubini considera como 'perigosamente ingênua' a visão de analistas que a recessão será leve e de curta duração