Anvisa libera venda de autotestes de covid

Procedimento tem sido elemento essencial no controle da pandemia

Foto: Freepik

A diretoria colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta sexta-feira (28), por unanimidade, o uso e a venda, no Brasil, de autotestes para detecção de covid-19. A aprovação ocorre após o envio de informações pelo Ministério da Saúde a pedido da Anvisa que, em 19 de janeiro, solicitou esclarecimentos a respeito da inclusão do autoteste nas políticas públicas de testagem para covid-19 e também sobre o registro de casos positivos.

“Não resta dúvida de que o produto do diagnóstico in vitro na forma de autoteste pode sim representar excelente estratégia de triagem e medida adicional no controle da pandemia. Principalmente neste momento em que o contágio pela doença é grande e muitas pessoas não conseguem ter acesso aos testes pelo SUS ou por laboratórios da rede privada”, destacou a relatora do tema na Anvisa, diretora Cristiane Rose Jourdan Gomes.

A relatora destacou ainda que o autoteste tem sido elemento essencial no controle da pandemia em países como Alemanha, Reino Unido e Estados Unidos, onde são, muitas vezes, disponibilizados gratuitamente. O voto dela foi seguido pelos demais diretores que participam da reunião extraordinária desta sexta-feira – Rômison Rodrigues Mota, Alex Machado e Meiruze de Souza Freitas. O diretor-presidente, Antonio Barra Torres, não participou por motivo de emergência de saúde na família.

Registro

Com a aprovação, a agência vai publicar uma resolução com os requisitos necessários para que as empresas interessadas em vender os autotestes em farmácias peçam o registro dos produtos.

Isso quer dizer que os autotestes não devem estar disponíveis de imediato ao público final, pois, para que cheguem às farmácias, cada produto, de cada fabricante ou importador, deve ainda ser aprovado individualmente pela Anvisa, após análise de ampla documentação.

Requisitos

Um dos requisitos para aprovação de cada produto é que os autotestes tragam informações, com linguagem clara e precisa, orientando o público leigo sobre como colher adequadamente o material biológico e fazer o exame. Outro requisito é que os produtos tenham sensibilidade de 80% ou mais ao coronavírus e que possuam especificidade de no mínimo 97% na detecção do vírus, de acordo com o voto da relatora.

Todos os diretores da Anvisa mostraram preocupação com o preço do autoteste, destacando que, para serem acessíveis ao maior número possível de pessoas, os preços dos produtos devem ser menores do que os praticados atualmente, tendo em vista que dispensam o fornecimento do serviço de coleta do material biológico.

Com informações da Agência Brasil


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 20.jun.2022 às 08h10
Surto provocado por variantes da ômicron atrapalha os planos do verão nos EUA

As pessoas estão deixando de ir ao trabalho ou a eventos sociais

5 min
Redação IF Publicado em 16.jun.2022 às 18h23
Casos de Covid-19 ocupam de 81% a 100% dos leitos em 49% dos hospitais privados de SP

Autoridades de saúde recomendam vacinação e uso de máscara em ambientes fechados

2 min
Redação IF Publicado em 10.jun.2022 às 15h09
EUA acabam com exigência de teste de covid para turistas estrangeiros

Medida era uma das últimas restrições para viajantes internacionais

2 min
JOTA Publicado em 08.jun.2022 às 18h44
Planos de saúde não precisam pagar tratamentos fora do rol da ANS, decide STJ

A decisão representa uma mudança do entendimento do Tribunal e deverá impactar todo o setor de saúde suplementar

4 min
Redação IF Atualizado em 03.jun.2022 às 09h46
Média móvel de casos de Covid-19 no Brasil é a maior desde março

O número de novos casos conhecidos de Covid-19 de quarta (1) para quinta (2) foi de 41.714

2 min
JOTA Publicado em 02.jun.2022 às 16h58
Preços de remédios que têm risco de faltar são liberados

O texto entra em vigor dentro de 10 dias e terá validade até 31 de dezembro deste ano

4 min
Redação IF Publicado em 30.maio.2022 às 16h38
Plataforma indica formação de nova onda de covid-19

Média móvel de internações em São Paulo subiu 74% em três semanas

4 min